Medida emergencial

Fortaleza começa ‘lockdown’ contra coronavírus nesta sexta

Bloqueio total da cidade vai até o dia 20 de maio. O Ceará já registrou 14.467 casos confirmados de coronavírus e 940 pessoas morreram em decorrência da covid-19

Pref. Fortaleza/Facebook
Ceará já registrou 14.467 casos confirmados de coronavírus e 940 pessoas morreram com a covid-19

São Paulo – Fortaleza colocou em prática, nesta sexta-feira (8), o lockdown, ou seja, um conjunto de medidas mais restritivas de tráfego e circulação de pessoas para conter a disseminação do novo coronavírus. O Ceará é o terceiro estado a adotar o bloqueio geral em parte de seu território, seguindo Maranhão e Pará.

Logo no começo da madrugada, os policiais militares montaram um bloqueio na rodovia que liga a cidade de Fortaleza a outros municípios da região metropolitana. Entretanto, o isolamento não foi respeitado nos terminais de ônibus e agências da Caixa Econômica Federal, onde foram registradas pequenas aglomerações, segundo informações do Diário do Nordeste.

O lockdown na cidade vai até o dia 20, de acordo com decreto do governador Camilo Santana (PT) e do prefeito Roberto Cláudio (PDT), publicado na última terça-feira (5). Apenas serviços essenciais, como farmácias, supermercados, bancos e postos de gasolina continuam funcionando normalmente.

O Ceará já registrou 14.467 casos confirmados de coronavírus e 940 pessoas morreram em decorrência da covid-19. Segundo estudo epidemiológico divulgado pela prefeitura da capital, ontem (7), são projetadas 5 mil mortes até o final de maio, sendo 4 mil em Fortaleza.

Bloqueio total

O lockdown tem sido sugerido por especialistas desde a última segunda-feira (3). O Comitê Científico do Consórcio Nordeste publicou boletim recomendando aos governadores da região a aderirem o bloqueio total em algumas regiões.

A região metropolitana de São Luís iniciou a última terça-feira (5) com a determinação de lockdown dos serviços não essenciais, com o objetivo de conter a pandemia do novo coronavírus. O decreto foi editado pelo governador Flávio Dino (PCdoB) e tem validade de 10 dias.

Já o Pará foi o segundo estado brasileiro com cidades nas quais vigora o lockdowwn. O governador Helder Barbalho (MDB) decretou o bloqueio total em 10 municípios desde ontem, mas a medida ficará mais dura a partir do domingo (10).

Na próxima semana, a medida começa a valer também para Niterói (RJ). A cidade irá parar entre segunda e sexta (11 a 15), podendo ser prorrogado o prazo. O decreto prevê multa de R$ 180 para quem ir às ruas sem ser para serviços essenciais. A Fundação Instituto Oswaldo Cruz (Fiocruz) recomenda que todo o estado do Rio adote o lockdown.

Já em São Paulo, o Comitê de Contingência do Coronavírus apontou para a adoção do bloqueio total para aumentar a adesão ao isolamento social e conter o avanço da pandemia de coronavírus.