Home Cidadania Prefeitura de São Paulo quer ouvir a população sobre criação de faixas de ônibus
participação

Prefeitura de São Paulo quer ouvir a população sobre criação de faixas de ônibus

Governo Covas marcou audiências públicas em quatro subprefeituras com o objetivo de dialogar com a população sobre a implementação de faixas de ônibus
Publicado por Rodrigo Gomes, da RBA
16:51
Compartilhar:   
Fábio Arantes/Secom

Faixas exclusivas de ônibus melhoraram a velocidade dos coletivos e são aprovadas pela população

São Paulo – A Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes do governo Bruno Covas (PSDB) publicou hoje (8), no Diário Oficial do Município, as datas de quatro audiências públicas em subprefeituras para discutir a implementação de novas faixas exclusivas de ônibus na capital paulista. Após quase três anos de gestão, iniciada pelo antecessor de Covas e atual governador João Doria (PSDB), a prefeitura não implementou nenhum quilômetro de faixas exclusivas ou corredores de ônibus na cidade, apesar do Plano de Metas prever a criação de 38 quilômetros até 2020.

As audiências serão realizadas nas quatro regiões da cidade, sempre das 19h às 21h30. As faixas exclusivas foram uma estratégia desenvolvida pela gestão de Fernando Haddad (PT) para tornar mais ágil a circulação do transporte coletivo, sem a demora e o custo de construção dos corredores. De 2013 a 2016 foram implementados 416 quilômetros de faixas exclusivas, mais que o dobro do proposto inicialmente por Haddad (150 quilômetros).

A criação de faixas exclusivas de ônibus tem amplo apoio da população paulistana, inclusive dos que usam carro cotidianamente. Pesquisa de Mobilidade Urbana, encomendada pela Rede Nossa São Paulo e realizada pelo Ibope, apontou aprovação de até 93% à medida – do total de entrevistados, 27% usavam carro todos os dias. Além disso, estudos feitos pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) mostram que a velocidade média dos coletivos aumentou até 45% em vias com faixas exclusivas de ônibus, na capital paulista.

Apesar dos bons resultados da ampliação das faixas exclusivas de ônibus, o governo Doria /Covas paralisou totalmente as obras que estavam em andamento e remanejou cerca de R$ 900 milhões, previstos para construção de corredores, para outras áreas. Além disso, no início deste ano, Covas revisou o Plano de Metas e baixou para 9,5 quilômetros o total de corredores a serem instalados até 2.020.

Confira os locais das audiências:

3 de Novembro

Subprefeitura da Vila Prudente

Avenida do Oratório, 172


18 de Novembro

Subprefeitura do Campo Limpo

Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 59


21 de Novembro

Subprefeitura do Butantã

Rua Ulpiano da Costa Manso, 201


22 de Novembro

Subprefeitura de Pirituba-Jaraguá

Rua Luís Carneiro, 193