Home Cidadania Dom Angélico Sândalo Bernardino é entrevistado por Juca Kfouri na TVT
mensagem de paz

Dom Angélico Sândalo Bernardino é entrevistado por Juca Kfouri na TVT

"Jesus disse: Deus é pai de todos. Do branco, do negro, do índio, do crente, do umbandista. É gente, é filho de Deus", disse o bispo
Publicado por Gabriel Valery, da RBA
18:04
Compartilhar:   
Reprodução/TVT

Dom Angélico atuou ao lado de dom Paulo em defesa da democracia e da dignidade humana

São Paulo – O Entre Vistas, da TVT, apresenta uma franca conversa entre o jornalista Juca Kfouri e o bispo emérito de Blumenau (SC), dom Angélico Sândalo Bernardino. O religioso elogia o trabalho do apresentador, que precisa dominar e chutar para longe “uma bola difícil, a bola da mentira, da hipocrisia, da injustiça, da gritante desigualdade social”.

Dom Angélico defende que, diante de problemas enfrentados hoje no país, “precisamos darmos as mãos, olhos fixos em Jesus, o libertador, que veio para o mundo para termos vida em plenitude. Precisamos dar as mãos, não somente na resistência à hipocrisia, mentira e injustiça, mas na construção de um mundo onde todos possam dizer que são irmãos. Não na teoria, mas no cotidiano”.

• Leia também: Os caminhos de dom Angélico nas ruas de seu país

Juca Kfouri lembra da ação de dom Angélico ao lado de dom Paulo Evaristo Arns em defesa da democracia. Juntos, voltaram os trabalhos de suas dioceses aos excluídos e perseguidos durante a ditadura civil-militar (1964-1985). “Tive a alegria de trabalhar ao lado de dom Paulo Evaristo que, sempre naqueles momentos árduos da ditadura civil-militar, de sofrimento, ele sempre nos encorajava, nos chamava a ir adiante com esperança”, lembrou, emocionado.

Em seu trabalho como religioso, dom Angélico lembra da natureza benéfica e amorosa dos ensinamentos de Jesus, antagônico à intolerância religiosa que vez ou outra vem ganhando os holofotes no Brasil. “Jesus veio para trazer vida para todos e todas. Jesus tem um coração aberto a todos. Ele anuncia o Reino. Ele não se preocupou com templos, basílicas, nada disso. Ele formou um grupo de homens e mulheres. Ressuscitado, depois da perseguição, calúnia, pela cruz, ele ressuscita e pega aquele grupo e diz para anunciarem a boa nova (…) Jesus disse: Deus é pai de todos. Do branco, do negro, do índio, do crente, do umbandista. É gente, é filho de Deus. Se Deus é nosso pai, somos todos irmãos”, disse.

Confira:


Encontre mais conteúdo da TVT. Inscreva-se no canal e receba as novidades