Home Cidadania Covas autoriza bandeira 3 em táxis de São Paulo: aumento de 30% sobre a bandeira 2
Mais caro

Covas autoriza bandeira 3 em táxis de São Paulo: aumento de 30% sobre a bandeira 2

Reajuste vale para corridas iniciadas na saída de shows, eventos esportivos, feiras e espetáculos e a aplicação da cobrança será opção do taxista
Publicado por Rodrigo Gomes, da RBA
13:50
Compartilhar:   
Paulo Pinto/Fotos Públicas

Segundo a prefeitura, nova tarifa 30% mais cara para shows e eventos foi reivindicação dos taxistas

São Paulo – O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), autorizou os taxistas da cidade a aplicar uma terceira tarifa aos passageiros, válida em saída de shows, eventos esportivos, feiras e espetáculos. A chamada bandeira 3 representa aumento de 30% sobre a tarifa de quilometragem da bandeira 2, que é aplicada à noite e aos domingos. Na prática, uma corrida que custasse R$ 100 com bandeira 1, custaria R$ 130 com bandeira 2 e R$ 169 com bandeira 3 – descontado o valor da chamada. A prefeitura informa que a medida atende a demanda dos próprios taxistas.

Segundo a gestão Covas, os taxistas devem avisar aos passageiros de que serão cobrados pela bandeira 3 antes do início das corridas para que decidam se aceitam pagar. Cada motorista deverá portar duas tabelas de preços — uma afixada no vidro lateral esquerdo traseiro do veículo e outra, para informação ao passageiro no momento da cobrança. A bandeira 3 está autorizada somente em eventos cadastrados previamente no Departamento de Transportes Públicos (DTP).

A prefeitura também convocou os taxistas a realizar a verificação dos taxímetros, feita pelo Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem). No entanto, mesmo sem terem passado pela vistoria, os taxistas já estão autorizados à cobrança das tarifas nos veículos das categorias Comum, Comum-Rádio, Especial e Luxo, de acordo com a tabela de preços elaborada pelo DTP.

Os taxistas têm sido protagonistas de vários enfrentamentos com a prefeitura desde 2015. Primeiro foram as reivindicações para acessar os corredores de ônibus, depois as mobilizações para proibir a regulamentação de transporte por aplicativos. No primeiro caso, tiveram sucesso. No segundo, não.

Valores – táxi comum:

Bandeira 1 (das 6h às 20h, de segunda a sábado) – R$ 4,50 mais a tarifa de R$ 2,75 por quilômetro rodado;

Bandeira 2 (das 20h às 6h, de segunda a sábado, e o dia todo aos domingos) – acréscimo opcional de 30% sobre a tarifa por quilômetro;

Bandeira 3 (viagens iniciadas em grandes eventos previamente cadastrados no DTP) — acréscimo opcional de 30% sobre a tarifa da bandeira 2.