Home Cidadania Após conquistar a América com o Flamengo, Gabigol ignora bajulação do governador do Rio, Wilson Witzel
Golaço

Após conquistar a América com o Flamengo, Gabigol ignora bajulação do governador do Rio, Wilson Witzel

O camisa 9 foi o grande destaque na vitória do rubro-negro contra o River Plate por 2 a 1, que valeu o título da Libertadores. Nas redes, cena foi creditada como "terceiro gol"
Publicado por Fabio M Michel, da RBA
13:12
Compartilhar:   
Alexandre Vidal /Flamengo

Gabriel Barbosa, o Gabigol, fez dois gols durante o jogo e mais um, num gesto emblemático após o jogo, ao desprezar gesto bajulador de Wilson Witzel, governador do Rio

São Paulo – Autor dos dois gols que levaram o Flamengo ao título da Libertadores neste sábado (23), ao vencer o time argentino River Plate, o atacante Gabriel Barbosa, conhecido como Gabigol, protagonizou uma cena emblemática, ao final do jogo, ao ignorar a bajulação do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSL), presente ao estádio, em Lima, capital do Peru, que se ajoelhou diante dele, convidando-o a encenar o “engraxar as chuteiras”, comum em comemorações de gols entre jogadores. O jogador ignorou o gesto do político, deixando Witzel e seus seguranças perplexos.

O ato ganhou as redes sociais e chegou a figurar entre os principais tópicos do Twitter.

Leia alguns posts:

Limpando a barra

No início da tarde deste domingo (24), com a delegação do Flamengo já de volta ao Rio, Witzel postou em seu twitter foto ao lado do atacante. Sem fazer referência ao episódio vexatório do dia anterior, o governador diz apenas “Chegou a hora de comemorar com a torcida no Rio. @gabigol, o nome do jogo! @Flamengo, bicampeão da Libertadores.”

O post recebeu respostas imediatas, como a do rapper Marcelo D2: “Não adianta pressionar o menino pra tirar foto do seu lado, a imagem que ficou foi essa !!”, lembrando que o governador foi ignorado em sua tentativa de cacifar politicamente em cima de uma conquista esportiva.