Home Cidadania ‘Jornal Brasil Atual’ debate homenagem da Unicamp ao educador Paulo Freire
NO AR

‘Jornal Brasil Atual’ debate homenagem da Unicamp ao educador Paulo Freire

Noticioso de segunda-feira traz entrevista com a diretora da Faculdade de Educação da universidade para falar sobre o batismo do prédio principal da faculdade com o nome do patrono da educação no país
Publicado por Helder Lima, da RBA
07:42
Compartilhar:   
arquivo Unicamp

Homenagem: Unicamp atendeu a uma reivindicação de seus alunos do Mestrado Profissional e batizou seu prédio principal com o nome do patrono da educação no país

São Paulo – No contexto dos ataques do governo Bolsonaro ao orçamento da educação no país, a Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) atendeu a uma reivindicação de seus alunos do Mestrado Profissional e batizou na quarta-feira (29) o seu prédio principal com o nome do patrono da educação no país, Paulo Freire (1921-1997). Esse será um dos assuntos de destaque do Jornal Brasil Atual de segunda-feira (3), que apresentará entrevista com a diretora da faculdade, a educadora Debora Mazza, que também foi aluna de Freire. A homenagem não é apenas política, como os ataques de Bolsonaro à educação, mas guarda uma relação com a história do educador, que atuou na Unicamp em sua trajetória profissional.

Ainda na área de educação, reportagem mostra que as metas do Plano Nacional de Educação, sancionado em 2014, ainda não foram alcançadas, muitas ainda nem sequer saíram do papel, situação que denuncia a falta de empenho do governo, desde a gestão de Michel Temer, e agora com Bolsonaro, para implementar o plano, que conta com 20 metas principais para serem atingidas em 10 anos, com prioridade para alfabetização e inclusão.

Outro destaque da programação é uma entrevista com o cientista político Carlos Eduardo Martins, que é professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), fazendo a análise da conjuntura política e da crise do governo Bolsonaro, que caminha para seis meses desde a posse, com uma gestão marcada por recuos em decisões, e por ataques à educação e a outros setores fundamentais para os avanços sociais no país.

O diretor técnico do Dieese, Clemente Ganz Lúcio, comenta ainda sobre a taxa de desemprego, divulgada pelo IBGE na sexta-feira (31). No trimestre encerrado em abril, o país teve acréscimo de 552 mil desempregados, chegando a 13,177 milhões, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua. No mesmo período, a taxa de desemprego subiu de 12% para 12,5%.

Siga a edição ao vivo dos estúdios da Rádio Brasil Atual