Home Cidadania ‘Jornal Brasil Atual’ conversa com juristas e esclarece dúvidas sobre ilegalidades de Moro
NO AR

‘Jornal Brasil Atual’ conversa com juristas e esclarece dúvidas sobre ilegalidades de Moro

Reportagem explica o que está em jogo nos vazamentos de diálogos com procuradores e como essas divulgações colocam a credibilidade do ex-juiz de Curitiba em xeque
Publicado por Helder Lima, da RBA
06:34
Compartilhar:   
Diego Padgurschi/Folhapress

Sergio Moro, Aécio Neves, Geraldo Alckmin e Michel Temer na cerimônia da Revista ISTOÉ em 2016: falta de parcialidade agora é comprovada com todas as letras

São Paulo – Nos últimos dias, uma profusão de informações publicadas pelo site The Intercept mostra a atuação ilegal do ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro, comandando a acusação do Ministério Público Federal com o objetivo de condenar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do triplex do Guarujá. A mais recente das informações, divulgada nesta terça (18), dá conta de que Moro atuou contra investigações que poderiam comprometer o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na Operação Lava Jato.

Ainda que a atuação do então juiz seja marcada por uma conduta parcial, jamais admitida para um magistrado à luz do processo, setores da grande imprensa têm saído em defesa de Moro, contribuindo assim mais para confundir do que esclarecer a opinião pública.

O assunto é o destaque na edição da manhã do Jornal Brasil Atual desta quarta-feira (19), na Rádio Brasil Atual, debatendo  as principais dúvidas sobre esse processo de divulgação com informações vazadas, que confirmam as suspeitas sobre Moro  agir nas sombras da ilegalidade, e conferem legitimidade para a narrativa do campo progressista, que tem dito que a prisão de Lula foi política, e realizada para tirá-lo das eleições de 2018.

O programa reproduz ainda trechos da entrevista dada pelo editor do The Intercept Brasil à TVT, Glenn Greenwald, na noite desta terça-feira (18) em que ele fala sobre a série de reportagens que comprometem o ministro Moro e integrantes da força-tarefa da Lava JAto.

O jornal também traz reportagem sobre uma operação da Polícia Federal e do Ministério Público, deflagrada na segunda feira (17), em Rondônia, contra a grilagem e roubo de madeira nas terras indígenas Karipuna, em Porto Velho. Desde que Jair Bolsonaro assumiu a Presidência, organizações criminosas têm atuado abertamente nessa e em outras regiões do país, contra os direitos indígenas.

Outro destaque para o ouvinte será a divulgação de nova pesquisa do Dieese sobre o mercado de trabalho para as minorias LGBT, tema que está no centro das atenções do público nesta semana, já que no próximo domingo (23) será realizada a Parada do Orgulho LGBT de São Paulo.

Confira a edição, direto dos estúdios da Rádio Brasil Atual, a partir das 7h