Descaso

Tragédias que resultaram na morte de quatro crianças em Mauá podem se repetir

Moradias construídas em áreas de riscos e falta de políticas públicas fazem com que desastres evitáveis se tornem rotina

TVT/Reprodução
Deslizamento de terra Mauá

Engenheiro ambiental e pesquisador alerta sobre a necessidade de mapeamentos, planos e de percepção de riscos

São Paulo – Novos deslizamentos de terra podem voltar a ocorrer no bairro do Jardim Zaíra, na cidade de Mauá, região do ABC, como os dois ocorridos no sábado (16) que resultaram na morte de três crianças e um bebê após fortes chuvas no município. 

De acordo com reportagem do Seu Jornal, da TVT, nos últimos 17 anos, a cidade contabilizou ao todo 14 vítimas em decorrência de deslizamentos em áreas de riscos. Na análise do engenheiro ambiental e pesquisador do Laboratório de Gestão de Riscos da Universidade Federal do ABC (UFABC) Rodolfo Moura, tragédias como essas poderiam ser evitadas alertando-se a população local e com ações por parte do Executivo municipal.

“Além dos planos e planejamentos e mapeamentos dessas áreas, a gente pode trabalhar também com a população conhecendo e percebendo onde elas estão alocadas, uma percepção dos riscos”, sugere o engenheiro ambiental.

Enquanto isso, os moradores do Jardim Zaíra ainda aguardam soluções. “Depois que acabam as eleições não passa ninguém aqui”, lamenta a moradora Cleuza de Oliveira.

Assista à reportagem do Seu Jornal 

Leia também

Últimas notícias