Na mesa

Movimentos sociais organizam ‘banquetaço’ para exigir segurança alimentar

Extinção do Conselho Nacional de Segurança Alimentar pelo governo Bolsonaro preocupa especialistas por dificultar acesso da população à alimentação saudável

Divulgação
Banguetaço Consea

Atos ocorrerão em São Paulo, Minas Gerais, Ceará, Brasília, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Goiás, Paraíba e Santa Catarina

São Paulo – Em reação ao fim do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), extinto no início do ano pelo governo de Jair Bolsonaro, diversos movimentos da sociedade promoverão um “banquetaço”, evento gratuito em praça pública a ser realizado em cidades de diversos estados, no próximo dia 27.  Em São Paulo, a manifestação ocorrerá na capital e em Ribeirão Preto. Confira as cidades que receberão os protestos aqui

De acordo com organizadores, o objetivo da ação contra o fim do órgão é alertar a população sobre os perigos da falta de políticas públicas na segurança alimentar dos brasileiros, e sensibilizar quanto a importância da alimentação saudável, agricultura familiar, combate à fome e ao fim do uso de agrotóxicos na lavoura, atribuições até então previstas pelo Consea.

“O grande risco é a fragmentação da estratégia governamental para enfrentamento dos problemas de nutrição e alimentação”, alerta a ex-presidenta do órgão Elisabetta Recine em entrevista à repórter Beatriz Drague Ramos, da Rádio Brasil Atual. Segundo Elisabetta, a dissolução do Consea representa ainda o fechamento do diálogo entre a sociedade civil e o governo e precariza o acesso à alimentação de qualidade.

Ouça a reportagem