'Nós Tantas Outras'

Feminismo e suas vertentes é tema de série de encontros no Sesc em São Paulo

Encontro internacional “Nós Tantas Outras”, com diversas discussões sobre a luta das mulheres pelo mundo vai até domingo (2), em várias unidades

TVT/Reprodução
Sesc evento Nós Tantas Outras

Cientista social Núbia Moreira (foto), explica que o feminismo negro é fundamental no combate às desigualdades e à violência

São Paulo – Teve início nesta quarta-feira (28) o encontro internacional “Nós Tantas Outras” realizado pelo Sesc. Até domingo (2) a entidade promoverá, em diversas unidades da cidade de São Paulo, encontros para debater a condição social das mulheres e as lutas feministas. A atividade, gratuita, reúne pesquisadores, estudiosas e ativistas de 11 países. A programação completa do evento pode ser conferida aqui.

A primeira mesa, que abriu o evento no Sesc Itaquera, na zona leste da capital paulista, intitulada “Feminismo negro: ações antirracistas no mundo contemporâneo”, debateu a relação entre aquestão racial com a desigualdade entre mulheres e homens e contou com a participação da socióloga americana Patricia Hill Collins, que falou sobre os múltiplos feminismos e a importância de criar coalizões entre as lutas das mulheres.

Segundo ela, nos Estados Unidos, mulheres negras, latinas e brancas têm marchado unidas contra o porte de armas e a violência. À repórter Michelle Gomes, do Seu Jornal, da TVT, a cientista social da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) Núbia Regina Moreira, que também participou da mesa, destacou sobre a importância do feminismo interseccional a partir da luta de “outras mulheres consideradas não brancas que se insurgiram contra essa ideia de uma experiência única” para o combate das desigualdades econômicas e à violência de gênero a partir do feminismo negro.

Assista à reportagem do Seu Jornal

Leia também

Últimas notícias