Você está aqui: Página Inicial / Cidadania / 2018 / 06 / Com serviços de saúde, 'Islam Solidário' combate preconceito contra muçulmanos

Solidariedade

Com serviços de saúde, 'Islam Solidário' combate preconceito contra muçulmanos

Cerca de 20 mil atendimentos foram feitos em comunidade carente da cidade de Guarulhos
por Redação RBA publicado 14/06/2018 16h50
Cerca de 20 mil atendimentos foram feitos em comunidade carente da cidade de Guarulhos
Divulgação/Fambras
Islam Solidário

Além de atender comunidades carentes, evento procura enfrentar o preconceito existente com os muçulmanos

São Paulo – Durante o mês sagrado do Ramadã (nono mês do calendário lunar), que em 2018 se encerra nesta sexta-feira (15), a Federação das Associações Muçulmanas do Brasil (Fambras) realizou duas edições do “Islam Solidário”, projeto que realiza atendimentos na área da saúde a moradores de comunidades pobres, como exames de hipertensão, diabetes, colesterol, hepatite C, oftalmológicos e medição da pressão arterial.

Além dos atendimentos de saúde, o Islam Solidário inclui também estética, como massagem e limpeza de pele, e cultura, contando com distribuição de livros, shows e oficinas de arte. Em 2018, a primeira edição do projeto ocorreu dia 20 de maio, em Parelheiros, zona sul de São Paulo, e a segunda, no último domingo (10), na comunidade da Vila União, em Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo, com cerca de 20 mil atendimentos. Somente no atendimento oftalmológico foram feitos cerca de 800 óculos.

“É uma ação de cidadania e que também faz o Islã ser reconhecido como ele é, revela o lado da solidariedade e da compaixão, premissas do Islã, em contraponto ao preconceito transmitido pela mídia”, explica Ali Zoghbi, vice-presidente da Fambras.

Divulgação/Fambras Islam Solidário
Exame de vista é um dos atendimentos com maior procura no Islam Solidário

A entidade mantém o projeto desde 2012, mas a concepção da iniciativa tem mais de 10 anos, criada pelo Colégio 24 de Março, que decidiu humanizar a profissão e levar seus alunos da área de saúde para prestarem atendimentos às populações carentes. No Islam Solidário do último domingo (10), a atividade contou com o apoio do Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos – que ofereceu sua sede de campo para a realização do evento –; a União Nacional Islâmica (UNI); o Consulado dos Emirados Árabes Unidos; e a entidade Mohammad bin Rashid Al Maktoum Global Iniciative, além do Colégio 24 de Março e da prefeitura de Guarulhos.

“É impressionante as reações das pessoas, os agradecimentos, os abraços, é uma receptividade maravilhosa”, diz Ali Zoghbi.

Além dos exames médicos, atendimentos estéticos e atividades de lazer e cultura, a população pôde ter atendimentos oferecidos pela prefeitura de Guarulhos, como orientação jurídica, emissão de carteira de trabalho e orientação habitacional, entre outros serviços públicos.

Segundo o vice-presidente da Fambras, a entidade fará mais três edições do Islam Solidário este ano, em setembro e dezembro.