medidas de contingência

Prefeitura de São Paulo suspende coleta de lixo e rodízio de veículos

Administração anunciou ainda que os ônibus da rede municipal circularão com o efetivo reduzido em 50%. Na Justiça, município conseguiu liminar para tentar garantir abastecimento da cidade

arquivo/ebc
caminhões.jpg

Administração municipal também recomendou às pessoas que evitem ‘deslocamentos desnecessários’

São Paulo – A prefeitura de São Paulo anunciou uma série de medidas de contingência para amanhã (25), devido à greve de caminhoneiros. A falta de combustíveis motivou o prefeito, Bruno Covas (PSDB), a suspender a coleta de lixo e o rodízio municipal. Já os ônibus devem começar o dia com 50% do efetivo. “A Prefeitura recomenda à população que evite deslocamentos desnecessários”, afirma a Secretaria de Comunicação (Secom).

O município também conseguiu liminar na Justiça para tentar garantir o abastecimento na cidade, com autorização para uso de força policial, se necessário. “Além do bloqueio das rodovias, impedindo a circulação ampla de mercadorias pelo país, o movimento impede o abastecimento de gêneros de primeira necessidade: alimentos, medicamentos e combustíveis”, argumentou a gestão.

Os serviços relacionados à saúde continuam funcionando. As ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também operam normalmente. “Todos os veículos operacionais foram abastecidos estrategicamente entre a noite desta quarta-feira e a manhã de quinta-feira. Além disso, foi feita uma reserva de combustível para possíveis faltas e o abastecimento de ambulâncias reservas”, informa a prefeitura. 

Já na educação, as aulas estão mantidas nas escolas, mas a prefeitura alerta para possíveis problemas com programas da secretaria responsável a partir de segunda-feira (28). “A merenda escolar está garantida nesta sexta-feira. A partir de segunda, no entanto, pode haver impacto na entrega de produtos perecíveis. Os demais insumos são mantidos em estoque e preparados normalmente. A partir de segunda também pode haver problemas na entrega do programa Leve-Leite.”

Ainda sobre a coleta de lixo, a prefeitura “pede que munícipes não coloquem o lixo para fora até a retomada das operações dos caminhões”. Serviços considerados críticos, como limpeza pós-feira, recolhimento de animais mortos e coleta de resíduos hospitalares estão mantidos. Já o serviço de limpeza urbana, de varrição será reduzido. Os Ecopontos também estarão fechados, já que a prefeitura argumenta que esses resíduos são direcionados para aterros localizados em rodovias que podem estar bloqueadas.