Você está aqui: Página Inicial / Cidadania / 2018 / 02 / Campanha que busca recursos para filme sobre caravanas de Lula chega à reta final

crowdfunding

Campanha que busca recursos para filme sobre caravanas de Lula chega à reta final

"O Povo Pode" é o título. Faltam poucos dias para contribuir para financiar o longa-metragem que mostrará, ao Brasil, o Brasil que as caravanas do ex-presidente encontraram
por Redação RBA publicado 15/02/2018 10h13, última modificação 21/02/2018 08h24
"O Povo Pode" é o título. Faltam poucos dias para contribuir para financiar o longa-metragem que mostrará, ao Brasil, o Brasil que as caravanas do ex-presidente encontraram
lula pelo brasil.jpg

O Povo Pode foi produzido e captado durante viagens do ex-presidente pelo Nordeste e norte de Minas Gerais e pretende mostrar um outro olhar sobre o Brasil

São Paulo – Encerra-se no dia 1˚de março o crowdfunding que financiará o longa-metragem sobre a caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo Brasil. Até o momento, foi arrecadado 14% (R$ 42.056) da meta para finalizar a produção (R$ 300.000). O documentário é uma parceria que envolve a TVT, o  Diário do Centro do Mundo (DCM), o Instituto Alvorada Brasil e o Canal i Produções.

A proposta de O Povo Pode – título do longa – é de ser um filme captado e inspirado no olhar de Lula sobre o Brasil. Em entrevista à Rádio Brasil Atual, o cineasta Max Alvim, um dos responsáveis pela produção, fala sobre as particularidades dos ambientes que encontrou ao acompanhar as passagens da caravana, especialmente em sua primeira etapa, encerrada no início de setembro depois de percorrer os nove estados do Nordeste

"Fazer um longa-metragem já é difícil, mas fazer um road movie, filme feito na estrada, é muito mais complexo", diz Max. "Foram 20 dias de filmagem. Tudo com muito improviso. A ideia era percorrer 27 cidades em 20 dias. Na prática foram 58 paradas", diz o produtor.

A ideia é, além do filme, produzir uma série de reportagens para a internet. Ele será lançado ainda neste ano, segundo os produtores, mas como a legislação eleitoral pode comprometer sua exibição, a obra tem de ser finalizada o quanto antes.

Os recursos arrecadados serão destinados à amortização de custos acumulados nos 36 dias de filmagem – no Nordeste, no norte de Minas Gerais e Vale do Jequitinhonha, além de custear a parte final da produção: seleção do material para roteirização, edições e trilha sonora.

Assista ao teaser: