Home Cidadania Com Lula e Chico Buarque, MST inaugura campo Doutor Sócrates neste sábado
Futebol

Com Lula e Chico Buarque, MST inaugura campo Doutor Sócrates neste sábado

Partida inaugural também contará com a participação do campeão mundial Paulo César Caju, além da presença de familiares e amigos do 'Doutor', que morreu em 2011
Publicado por Redação RBA
12:01
Compartilhar:   
MST
MST Futebol

Trabalhadores do MST que construíram o campo Doutor Sócrates foram homenageados

São Paulo – O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) inaugura neste sábado (23) o campo Doutor Sócrates Brasileiro, construído na área da Escola Nacional Florestan Fernandes (ENFF), em Guararema, no interior de São Paulo. A partida de estreia contará com a participação de boleiros ilustres, como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o cantor e compositor Chico Buarque e o ex-jogador Paulo César Caju, campeão mundial com a seleção brasileira em 1970.

Além de partidas de futebol, a cerimônia de abertura terá participação de integrantes do movimento e de familiares de Sócrates. “Para a escola e para o movimento, o esporte é uma dimensão da formação humana, e é importante a gente rememorar esportistas que foram comprometidos com as causas populares e tiveram solidariedade com as lutas populares no Brasil”, afirma o integrante da Coordenação Pedagógica da ENFF David Martins.

O campo homenageia o jogador e médico Sócrates Brasileiro Sampaio de Souza Vieira de Oliveira, morto em 2011. Um dos maiores ídolos do futebol do país, o “Doutor”, como era conhecido, também se destacou pela sua militância política na luta pela redemocratização do Brasil, na década de 1980, e também foi um dos precursores da chamada Democracia Corinthiana. 

Na entrevista que concedeu nesta quarta-feira (20), o ex-presidente Lula disse que deve jogar por uns 15 minutos. “Estão cavando uma falta para eu fazer um gol, mas isso só será possível se não tiver goleiro”, brincou Lula, que deve assumir a posição de centroavante, atuando um pouco em cada time.

O projeto do campo foi desenvolvido pela Associação Amigos da Escola Nacional Florestan Fernandes, em parceria com um grupo de alunos e professores da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP). A construção foi realizada por 25 trabalhadores do MST. A obra saiu do papel graças a um financiamento coletivo, com a colaboração de 602 pessoas, que juntas doaram R$ 67.200. A meta inicial de arrecadação era de R$ 60 mil. 

A CUT informou que, durante o evento, vai homenagear Chico Buarque com o prêmio CUT Democracia e Liberdade Sempre. O secretário de Cultura da central, José Celestino Lourenço, o Tino, destaca a importância do artista não apenas nas canções, cuja temática inclui as mulheres, LGBTs e “meninos que comiam luz”, referência à canção Brejo da Cruz, mas em sua postura constante pela democracia e contra a desigualdade. O prêmio foi criado em 2010, e teve mais duas edições, em 2011 e 2013.

Com informações do MST, da CUT e do jornal Brasil de Fato