Home Cidadania Dez mil sem-teto marcham por desapropriação do terreno de São Bernardo
Mobilização

Dez mil sem-teto marcham por desapropriação do terreno de São Bernardo

Movimento caminha para o Palácio dos Bandeirantes, sede do Executivo estadual paulista, para tentar se reunir com governo Alckmin e exigir a construção de moradias
Publicado por Redação RBA
11:42
Compartilhar:   
Thiago Macambira/Jornalistas Livres
MTST ocupação

Mais de 10 mil pessoas participam da manifestação, que deve percorrer 23 quilômetros

São Paulo – Mais de 10 mil pessoas saíram pela manhã desta terça-feira (31) em  marcha organizada pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) da Ocupação Povo Sem Medo, no Jardim Planalto, em São Bernardo do Campo, no ABC, rumo ao Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual, na zona sul de São Paulo. O objetivo é cobrar do governador Geraldo Alckmin (PSDB) a desapropriação do terreno ocupado desde o início de setembro por mais de 8 mil famílias para construção de moradias populares. O percurso da manifestação é de aproximadamente 23 quilômetros.

“Estamos ocupando uma página da história do país. Vamos mostrar ao prefeito (Orlando Morando, do PSDB) e ao governador que moradia não é privilégio, é direito”, disse Andreia Barbosa, da coordenação do MTST.

O movimento luta pela construção de moradias populares em terrenos da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) já destinados para fins sociais, assim como a manutenção do programa Casa Paulista. Outros atos já foram realizados na prefeitura de São Bernardo e na sede da construtora MZM, dona do terreno de São Bernardo ocupado. A empresa tem uma dívida de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de cerca de R$ 500 mil relativa à área ocupada, segundo o movimento.

“Hoje, essa grande marcha mostra que o déficit habitacional é enorme. O povo pobre merece uma casa, mas é obrigado a pagar um aluguel no valor do salário mínimo. Como que se alimenta os filhos assim? A ocupação está nas ruas para mostrar que é possível mudar a história do país”, afirmou Andreia, em entrevista ao Mídia Ninja.

Na noite de ontem (30), artistas e militantes se reuniram no acampamento para acompanhar un show de Caetano Veloso, em apoio ao movimento dos sem-teto. Entretanto, uma decisão judicial impediu a apresentação.