publicação

Mapa traz informações sobre situação de Guaranis na América Latina

De acordo com o 'Mapa Guarani Digital', são 280 mil indígenas vivendo pelo continente, sendo 85 mil apenas no Brasil

ANISTIA.ORG
indígenas guarani.jpg

Guarani constituem um dos povos de maior presença territorial no continente americano e estão distribuídos por 1.416 comunidades

São Paulo – Foi lançado nesta terça-feira (29), em São Paulo, o “Mapa Guarani Digital“, construído por mais de 200 colaboradores, entre comunidades guarani, indigenistas e acadêmicos. O mapa identificou 280 mil indígenas guaranis vivendo em toda a América Latina. O Brasil é o que mais abriga essa população: são 85 mil, divididos em 278 aldeias, localizadas em 198 terras.

Segundo a publicação, os Guarani constituem um dos povos indígenas de maior presença territorial no continente americano e estão distribuídos por 1.416 comunidades, aldeias, bairros urbanos ou núcleos familiares, desde o litoral do Atlântico até a região pré-andina.

Apesar de constatar quase 200 territórios indígenas no Brasil, o mapa mostra a situação legal dessas aldeias e apenas 33 terras estão regularizadas pelo governo federal.

Para os colaboradores envolvidos na elaboração do projeto, trata-se de um instrumento de apoio para as demandas das comunidades guarani pelo reconhecimento de seus territórios e por políticas públicas que respeitem sua autonomia como povos que vivem em diferentes países.

Ainda segundo a publicação, o mapa também leva ao leitor a realidade violenta enfrentada pelos povos, como a invasão e destruição de suas terras por parte colonos, fazendeiros, sojicultores, usineiros e petroleiros. Estes problemas são constatados no Brasil, Paraguai, Bolívia e Argentina.

Entre os órgãos responsáveis pelo estudo estão Centro de Trabalho Indigenista (CTI), o Conselho Indigenista Missionário (Cimi)Instituto Socioambiental (ISA) e a Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD).