apreensão

PM diz aos moradores de Mariana que há risco de terceiro rompimento

Em nota oficial, o governo de Minas Gerais diz que não há rompimento, mas fará uma averiguação no local. Samarco fala em boato

Antonio Cruz/Agência Brasil
barragens_mariana_MG_08112015_021.jpg

Na última quinta-feira (5), duas barragens romperam no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana

São Paulo – Após o rompimento das duas barragens no município de Mariana, em Minas Gerais, a região vive hoje (11) um dia de apreensão, após o boato de que há a possibilidade do rompimento da Germano, terceira barragem da Samarco.

A mineradora desmentiu a informação por meio de nota oficial. “Estão circulando alguns boatos, especialmente nas redes sociais, a respeito da instabilidade da Barragem de Germano, em Mariana (MG). A Samarco reitera que todos os seus mecanismos de controle não apontam qualquer indício de abalo na estrutura.”

Em nota oficial, o governo do estado diz que não há rompimento, mas que fará uma averiguação no local.

Um vídeo que circula na internet mostra um policial informando os moradores do distrito de Bento Rodrigues, que a barragem pode romper a qualquer momento, pois a estrutura apresenta trincas. “A barragem está trincada e a empresa já está fazendo outra parede lá para segurar a água. A gente agora tem que ver a vida humana. Se eu permitir que alguém desça lá, pode não voltar.” Em entrevista à CBN, a Defesa Civil de Minas Gerais confirmou ter encontrado trincas na barragem.

O caso

Na última quinta-feira (5), duas barragens romperam no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana. Até o momento quatro mortes foram confirmadas e centenas de pessoas ficaram desabrigadas. A mineradora Samarco é responsável pelo local.

Com o desastre, os rejeitos da barragem foram até o Rio Doce, o que resultou no corte no abastecimento de água em diversas cidades.

Com informações do Brasil de Fato