Você está aqui: Página Inicial / Cidadania / 2015 / 09 / Prefeitura e Ministério Público fazem acordo para fechar avenida Paulista aos domingos

cidade mais humana

Prefeitura e Ministério Público fazem acordo para fechar avenida Paulista aos domingos

Acordo prevê realização de audiências públicas sobre a interdição aos carros; MP pede que medida seja adotada também em áreas periféricas da cidade para ampliar os espaços de lazer à população
por Redação RBA publicado 05/09/2015 12h49
Acordo prevê realização de audiências públicas sobre a interdição aos carros; MP pede que medida seja adotada também em áreas periféricas da cidade para ampliar os espaços de lazer à população
Leon Rodrigues / secom pmsp
haddad inaugura ciclovia.jpg

Haddad inaugurou ciclovia na Paulista em 28 de junho, colocando em discussão o fechamento aos carros

São Paulo – O Ministério Público Estadual (MPE) e a prefeitura de São Paulo fizeram acordo para fechar a avenida Paulista para carros aos domingos em caráter permanente, permitindo que o espaço seja ocupado por pedestres e ciclistas. A assessoria de imprensa da Companhia Engenharia de Tráfego (CET) não informa quando a medida será realizada, no entanto, a Agência Estado divulgou que a interdição da avenida se dará a partir de outubro.

O MP se manifestou favoravelmente à medida e sugeriu que ela seja estendida para vias da periferia. A Prefeitura deve discutir o tema com a população em audiências públicas.

Segundo a Secretaria de Comunicação da prefeitura divulgou ontem (4), devem ser realizadas audiências públicas sobre a Paulista no vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp). Serão marcados eventos semelhantes em todas as subprefeituras para discutir a interdição de vias locais para os automóveis.

O secretário municipal dos Negócios Jurídicos, Robinson Barreirinhas, e o procurador-geral do Município, Antonio Carlos Cintra do Amaral Filho, reuniram-se ontem (4) com os promotores Camila Mansour Magalhães da Silveira e Mário Augusto Vicente Malaquias, da Habitação.

A Prefeitura apresentará à promotoria dados e informações sobre todas as vias. Serão incluídos os estudos viários mostrando as alternativas para o tráfego de veículos no entorno da Paulista e em toda a região da avenida. Constarão no material, assinado por engenheiros com Ata de Responsabilidade Técnica (ART), as opções de acesso a hospitais das imediações, incluindo o Hospital das Clínicas.