são paulo carinhosa

Prefeitura de SP lança portal que reúne políticas públicas para crianças até 6 anos

Oito meses após o lançamento do programa São Paulo Carinhosa, plataforma on-line interativa passa a funcionar. Site pretende aumentar participação do paulistano em políticas para a primeira infância

Prefeitura SP
Lançamento

Prefeito Haddad lançou o programa há oito meses; população poderá acompanhar ações via portal

São Paulo – A prefeitura de São Paulo lançou hoje (23) a plataforma digital do programa São Paulo Carinhosa, que reúne políticas públicas municipais voltadas a crianças até 6 anos. Criado no fim do ano passado, o programa envolve o conjunto de ações coordenadas por 14 secretarias do município destinadas à primeira infância e poderá ser acessado e acompanhado pela internet.

A plataformadivulgará notícias e atualizações sobre as ações das secretarias municipais de Governo, Educação, Saúde, Assistência e Desenvolvimento Social, Direitos Humanos, Cultura, Esportes, Segurança Urbana, Verde e Meio Ambiente, Políticas para Mulheres, Igualdade Racial, Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, Coordenação das Subprefeituras e Serviços. Além dos serviços da prefeitura, o site também apresentará estudos e pesquisas sobre a infância, agenda com atividades gratuitas destinadas ao público jovem em São Paulo e um espaço online destinado às crianças.

Segundo a coordenadora Ana Estela Haddad, a plataforma permitirá que o cidadão envie fotos, crônicas, cartas e textos para serem publicadas no blog do programa. “Espero que o site seja para todos nós, famílias, crianças, cidadãos paulistanos e pessoas que trabalham com este tema, um espaço de referência em políticas para a primeira infância. Pela plataforma poderemos nos comunicar e interagir em um ambiente de construção coletiva”, disse.

Oito meses depois de sua criação, o programa São Paulo Carinhosa ainda tem como uma das principais metas a ampliação de vagas em creches públicas. O projeto Mais Educação São Paulo, da Secretaria Municipal de Educação, e que faz parte das ações destinadas à primeira infância, assegura que crianças em situação de vulnerabilidade social e extrema pobreza, com renda familiar per capita até R$ 70, tenham matrícula prioritária nas creches municipais.

A prefeitura pretende atender cerca de 1 milhão de famílias com crianças de até 6 anos pelo programa de visitas domiciliares da área de medicina da família. O critério de atendimento prioritário também será determinado de acordo com a condição social.

Há muitas políticas públicas sendo feitas na cidade e que não dialogam diretamente com a primeira infância. O objetivo do site é juntar todas essas ações”, afirmou o prefeito Fernando Haddad. Ele destacou que atividades como a formação de educadores da rede municipal de ensino pela Universidade Aberta do Brasil também são metas do programa, já que afetam diretamente as crianças paulistanas.