Home Cidadania Haddad faz vistoria-surpresa na ‘cracolândia’ e anuncia ampliação de programa
Capital

Haddad faz vistoria-surpresa na ‘cracolândia’ e anuncia ampliação de programa

Prefeito de São Paulo informa que busca novos hotéis para acolher dependentes químicos e que fechou parceria com governo estadual para abertura de base da PM em praça
Publicado por Gisele Brito, da RBA
12:36
Compartilhar:   
Fábio Arantes/Prefeitura
haddad_cracolandia_fabioara.jpg

Ontem, Haddad conferiu primeiro dia de trabalho de participantes do Programa Braços Abertos

São Paulo – O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), apareceu de surpresa hoje (17) na região do centro da cidade conhecida como ‘cracolândia’, na Luz. Ele foi conferir as atividades do quarto dia da Operação Braços Abertos, que garante trabalho e dormitório a dependentes químicos da área, que há décadas sofre com abandono e degradação.

“É um trabalho lento e difícil. Agora é uma nova etapa de recuperação”, afirmou o prefeito aos poucos jornalistas que estavam na região. A exemplo da véspera, Haddad conversou com moradores da região e dependentes químicos interessados em saber sobre os próximos passos da operação, que conta até agora com cinco hotéis alugados para receber os participantes – 300, até ontem. O petista informou que prospecta agora o aluguel de mais hotéis que possam servir como centro de acolhida.

O projeto prevê ainda a oferta de três refeições gratuitas por dia e a contratação para serviço de varrição e zeladoria com carga de 4 horas diárias, mais duas de qualificação e salário de R$ 15 por dia de trabalho. Ontem, cerca de 40 pessoas vestiram o uniforme e começaram a varrer ruas da região, após dois dias de trabalho de desmontagem das barracas improvisadas como dormitório nas ruas Dino Bueno e Helvétia.

Acompanhado do secretário de Comunicação, Nunzio Briguglio, Haddad passou hoje pelo local mais complicado da chamada cracolândia, no Largo Coração de Jesus, onde há cerca de três semanas foi fechada uma base da Guarda Civil Metropolitana (GCM). De lá para cá, dependentes químicos instalaram alguns barracos na praça, desmontados na véspera, e havia se concentrado ali o tráfico de drogas.

Agora, o prefeito anunciou que a Polícia Militar vai passar a operar no local. Ele conversou com o Tenente William Thomaz, encarregado de comandar a atuação e de reaproveitar a base fechada da GCM, e voltou a afirmar que está em constante contato com o governador Geraldo Alckmin (PSDB), com quem alinha a estratégia da Braços Abertos.