Você está aqui: Página Inicial / Cidadania / 2012 / 09 / Vigília pede fim de 'operação espantalho' contra moradores de rua

Vigília pede fim de 'operação espantalho' contra moradores de rua

Movimentos de São Paulo fazem ato nesta segunda-feira à noite no Largo São Francisco, centro da cidade
por Cezar Xavier, do SpressoSP publicado 16/09/2012 13h09, última modificação 16/09/2012 13h10
Movimentos de São Paulo fazem ato nesta segunda-feira à noite no Largo São Francisco, centro da cidade

Em agosto, movimentos fizeram passeata para lembrar mortes de moradores de rua (Foto: Nelson Antoine/Fotoarena/Folhapress)

São Paulo - As operações “espantalho” das polícias para impedir o agrupamento de moradores da rua em locais do centro da Capital geraram indignação nos movimentos sociais. Amanhã (17), ocorre o Ato-Vigília “Segurança Sim, Violência Não” no Largo São Francisco, mesmo local de uma violenta operação policial na semana passada.

A vigília começa às 20h com atividades como “sentaço”, falas dos participantes, música, Teatro do Largo, grupo de discussão, oficina de cartazes e filme. Haverá protestos contra a política higienista do prefeito Gilberto Kassab e a militarização das subprefeituras.

O ato conta com a mobilização do Movimento Nacional da População de Rua (MNPR), da Pastoral da Rua, da Organização Auxílio Fraterno, da Rede Rua e do Centro Gaspar Garcia de Direitos Humanos.

Quem quiser participar deve levar água e algum material para sentar (lona, papelão…) Não será permitido o uso de drogas ou bebida alcoólica.