Você está aqui: Página Inicial / Cidadania / 2010 / 12 / Representante dos trabalhadores diz que governo Lula foi segunda independência do Brasil

Representante dos trabalhadores diz que governo Lula foi segunda independência do Brasil

Na cerimônia de balanço dos oito anos de governo, movimento LGBT agradece a Lula por políticas de reconhecimento aos direitos civis dos homossexuais
por Redação da RBA publicado 15/12/2010 21h14, última modificação 15/12/2010 21h39
Na cerimônia de balanço dos oito anos de governo, movimento LGBT agradece a Lula por políticas de reconhecimento aos direitos civis dos homossexuais

Integrante de movimentos sociais participam da cerimônia de balanço dos oito anos de governo Lula (Foto: Wilson Dias/Abr)

São Paulo - A artesã Maria do Socorro Nascimento, escolhida para representar os trabalhadores na cerimônia de balanço de oito anos de governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, comparou os programas sociais às “armas” utilizadas pelo presidente para “resgatar quase 30 milhões de brasileiros da pobreza extrema”.

Maria do Socorro, que mora em Missão Velha, no Ceará, disse que durante o governo Lula conseguiu ter acesso a financiamento para investir no próprio negócio e agradeceu o presidente. A artesão informou que graças a recursos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e do Agroamigo, Programa de Microcrédito Rural do Banco do Nordeste, conseguiu realizar o sonho de montar o próprio negócio.

“Quero dizer que vale a pena. Na minha região do interior do Ceará, todas as trabalhadores e trabalhadores, assim como eu, têm uma história de progresso para contar”, disse.

A artesã ainda comparou o governo Lula a uma segunda independência do Brasil, ao lembrar o fim da dívida com o Fundo Monetário Internacional (FMI). “Sei que o senhor está deixando a presidência, mas não sairá do nosso coração, nem nossa esperança irá morrer”.

Maria do Socorro disse ter certeza de que a presidenta eleita, Dilma Rousseff, dará continuidade às conquistas do seu antecessor. "Nós, pobres, lhe damos o título de vencedor e de pai dos pobres. E nossa esperança não vai morrer (com o final do mandato de Lula), porque temos a certeza de que Dilma dará continuidade ao projeto de governo que o senhor está depositando nas mãos dela”, disse a representante dos trabalhadores.

Movimento LGBT 

Do Movimento Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros (LGBT), Toni Reis, agradeceu ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelas medidas tomadas pelo seu governo em favor do reconhecimento dos direitos civis dos homossexuais.

Reis citou algumas medidas tomados pelo governo. Entre elas, a possibilidade dos homossexuais declararem os parceiros no Imposto de Renda. “O Leão já permitiu que a gente faça a declaração em conjunto e outros órgãos também estão agindo no mesmo caminho.”

Para Reis, ainda falta o Legislativo avançar em relação às políticas públicas de reconhecimento dos direitos civis dos homossexuais. “O Legislativo está em dívida com a gente, mas o Executivo está de bem com a conosco.”

Com informações da Agência Brasil

 

registrado em: ,