Você está aqui: Página Inicial / Cidadania / 2010 / 06 / Unicef alerta para vulnerabilidade de crianças durante a Copa

Unicef alerta para vulnerabilidade de crianças durante a Copa

por Vinicius Konchinski, da Agência Brasil publicado 21/06/2010 15h46, última modificação 21/06/2010 15h50

Durante o período de jogos da Copa do Mundo na África do Sul, crianças de várias idades brincam na rua, porque estão de férias em função do evento (Foto:Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Joanesburgo – A Copa do Mundo pode expor as crianças da África do Sul à exploração sexual comercial, ao trabalho e à criminalidade. O alerta foi feito pela representante do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) no país, Aida Girma, no lançamento de uma campanha contra a exploração infantil durante o Mundial de futebol.

De férias por causa do torneio, os garotos e garotas sul-africanos podem também ser “seduzidos” por organizações criminosas que aproveitam eventos como a Copa para estimular o consumo de drogas e a exploração sexual, segundo Aida. “Quadrilhas devem tentar usar crianças para preencher a demanda por drogas e pela prostituição”, disse.

De acordo com ela, em grandes eventos como a Copa, crianças também acabam sendo usadas como mão de obra barata. Isso não se deve apenas à vulnerabilidade dos jovens cidadãos, mas também à falta de políticas para a prevenção e o combate ao problema.

Preocupado com esses perigos, o governo sul-africano capacitou, junto com o Unicef, mil assistentes sociais para trabalhar no período da Copa. Esses profissionais vão atuar ao redor de estádios e em locais de aglomeração de pessoas, prevenindo o envolvimento de crianças em situações de risco.

Junto com a polícia da África da Sul, eles vão atuar também no combate ao tráfico de pessoas, outra preocupação do país-sede da Copa. “Apesar da Copa do Mundo, lembramos que é preciso enfatizar o papel da nossa comunidade em manter a salvo nossa crianças”, declarou o governo sul-africano em um comunicado.

registrado em: ,