Você está aqui: Página Inicial / Cidadania / 2009 / 06 / Instituto Vladimir Herzog é lançado nesta quinta

Instituto Vladimir Herzog é lançado nesta quinta

Na Cinemateca, em São Paulo, instituição pretende preservar a memória e colaborar para a melhoria do jornalismo relacionado à Justiça e à liberdade
por Terlânia Bruno, Jornal Brasil Atual publicado 25/06/2009 10h12, última modificação 25/06/2009 10h17
Na Cinemateca, em São Paulo, instituição pretende preservar a memória e colaborar para a melhoria do jornalismo relacionado à Justiça e à liberdade

Será lançado nesta quinta-feira (25), na Cinemateca Brasileira, o Instituto Vladimir Herzog, homenagem ao jornalista morto pela ditadura militar que tornou-se símbolo da luta pelos Direitos Humanos e Sociais. O Instituto Vladimir Herzog nasce com a missão de contribuir para a reflexão e produção de informação voltada ao Direito à Justiça e ao Direito à Vida.

O Instituto é uma homenagem ao jornalista Vladimir Herzog, torturado e morto no Destacamento de Operações de Informações - Centro de Operações de Defesa Interna (DOI-CODI), órgão de repressão a serviço da ditadura, em São Paulo, em 1975. 

O jornalista Sergio Gomes, um dos amigos da família Herzog que estiveram à frente da iniciativa, explica quais são os principais objetivos do Instituto. "(O primeiro objetivo é) a preservação da memória do Vlado, a organização de toda a sua documentação de tal maneira que estudantes e estudiosos tenham um lugar físico onde possam dar conta disso além da criação de um site. O segundo é garantir que o Prêmio Vladimir Herzog, que vai para 32ª edição, seja representativo da sociedade. A terceira é que o Instituto colabore, de diversas maneiras, com a melhoria do jornalismo brasileiro na parte que se refere ao direito à Justiça e à liberdade, sobretudo apontando para estudantes de jornalismo, cinema, rádio e TV."

O Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos é entregue desde 1979, a jornalistas que, em diversas áreas, colaboraram com a promoção da cidadania e dos Direitos Humanos e Sociais.

Lançamento do Instituto Vladimir Herzog

25 de junho, às 19h
Cinemateca Brasileira
Largo Senador Raul Cardoso, 207, na Vila Clementino, São Paulo-SP