Revista do Brasil – Edição 18

economia

Para o Brasil, nada

A aquisição do Real pelo Santander é mais um capítulo da abertura do setor bancário, iniciada na década de 1990, acirrando um processo de concentração que fez muito bem aos bancos, muito mal aos empregos, muito pouco pelos clientes e nada pelo crescimento do Brasil
Brasil

Palmares virou muitos

O Brasil demorou um século para reconhecer, na Constituição, direitos das comunidades negras às suas terras. E setores conservadores ainda empregam pretextos de cunho racial para fazer valer seus interesses econômicos
capa

Um dia o caldo entorna

A literatura do escritor e rapper Ferréz conquistou o respeito da periferia e tem a classe média como maior consumidora. Mas ele alerta: “o outro lado” não sabe nada da “quebrada”. E sem um entendimento, em breve a periferia terá mudado tanto que nem ele mais vai poder falar
cidadania

Em busca de paz

Refugiados de mais de 60 países do mundo, a maioria mulheres e crianças, procuram no Brasil um abrigo seguro para reconstruir a própria vida, abalada pela fome, pela guerra e por outras formas de violência
saúde

Diabetes: evite surpresas

Distúrbio que reduz a expectativa e a qualidade de vida ameaça cada vez mais gente, de crianças a idosos. Alimentação adequada e atividade física custam pouco e são eficazes para prevenir esse mal, caro ao bolso e aos cofres públicos
Pasquale

“Se lembra da fogueira…”

Se o uso é “Ninguém me ama”, a norma é “Ninguém me ama”, e não “Ninguém ama-me”. O pronome é colocado onde soa melhor, naturalmente
ciência

Bioética. Já ouviu falar?

O caso da avó que deu à luz seus netos e outras polêmicas
cultura

A conquista do sertão

Universalizado pelas várias linguagens da arte, o espaço sertanejo, expressão da nossa identidade, é patrimônio geográfico e cultural do Brasil
1 2

últimas notícias

Mais Lidas