Diário do Bolso

Damares disse na ONU que meu governo foi exemplar na pandemia. Vai ter cartaz dela pelada?

Depois que a Damares discursou hoje na abertura do Conselho de Direitos Humanos, merecia um cartaz dos Repórteres Sem Fronteiras também

reprodução

Diário, o dia está mais agitado que umbigo de dançarina do ventre. Tanto que eu estou escrevendo em você agora, na hora do almoço. Nem vou esperar pra escrever amanhã de manhã.

1) Pra começar, só por causa da troca no comando da Petrobrás, as ações dela caíram uns 20%, fora o que já tinha caído na sexta-feira. Somando tudo, ela desvalorizou uns 80 bilhões.

2) Isso daí provocou um efeito cascata: o Banco do Brasil desvalorizou uns 11% e a Eletrobrás, uns 8%. Tá vendo? É o que eu sempre digo: o país tá quebrado!

3) Por causa da intervenção na Petrobrás, o pessoal da direita-mas-não-tanto tá me chamando de Dilmo. Fizeram até um meme em que colocam o cabelo dela em mim. Sabe que eu gostei?

4) Falando em meme, uma ONG chamada “Repórteres sem Fronteira” lançou uma campanha contra as feiquenius sobre a covid. E usaram uma fotomontagem de mim pelado. Pô, a campanha é sobre feiquenius e botam uma foto em que eu tô magro?

5) Outra ONG (pô, eu odeio ONG!), dessa vez a “Todos Pela Educação”, divulgou que o Ministério da Educação só repassou R$ 17 por aluno no ano. É o menor orçamento desde 2011.

Mas eu pergunto: e daí?

6) A Damares discursou hoje na ONU na abertura do Conselho de Direitos Humanos. E disse que meu governo foi exemplar no combate à pandemia. Essa é a minha Damares! Mas opa! Será que por causa disso os “Repórteres sem Fronteiras” vão fazer um cartaz dela pelada também? Que perigo!

7) O Ernesto Araújo também discursou e disse que o grande mal do mundo não é a covid, mas o tecnototalitarismo. Realmente, tecno é uma música muito chata.

8) Nessa abertura aí da ONU (ONU não quer dizer “O Pelado”? Olha a pornografia globalista!), o secretário geral abriu os trabalhos fazendo um alerta contra líderes que disseminam desinformação na pandemia. É o mundo contra mim, pô!

9) O Merval Pereira, aquele assessor de imprensa do PSDB, descobriu que uma das causas do Castello Branco cair da Petrobrás foi que ele não quis gastar R$ 100 milhões em publicidade no SBT e na Record. Fofoqueiro globolista!

10) E, pra encerrar, digo que gostei da final do Campeonato Brasileiro. Uma vez Varmengo, Varmengo até morrer!

Torero

@diariodobolso

PS: Este é o texto número 400 do Diário do Bolso.


Leia também


Últimas notícias