Diário do Bolso

O agronegócio é fogo, Diário. Faz tudo pra agradar o Ricardo Salles

Fazem muito mimimi por causa dos bichos queimados. Mas tem que saber tirar proveito disso, pô. Aproveita e faz churrasco, kkk

Jeferson Prado/Sesc - Alan Santos/PR

Ah, Diário, se tem uma coisa que eu não gosto no Palácio da Alvorada é acordar com aqueles passarinhos. Ah, que raiva que eu tenho daqueles bichos barulhentos! Por que as emas não comem esses despertadores voadores? Dá vontade de praticar tiro ao alvo com eles. Aliás, sabe como a polícia chama o tiro ao alvo? Tiro ao preto, kkk! Será que é isso que chamam de humor negro?

Olha, Diário, um lugar bom para dormir até mais tarde deve estar sendo o Pantanal. Lá não tem mais essa de passarinho cantar de madrugada. Eles viraram fumaça, kkk!

Os incêndios lá no Centro-Oeste são os maiores da história. Uns 15% do Pantanal pegou fogo. É como se tivesse queimado um Israel inteiro.

Aquilo lá vai estar bom de plantar soja e criar gado. Sai a onça, entra a vaca. Aliás, não sei por que o pessoal reclama. A onça é inimiga, pô! E quanto mais vaca tiver, melhor, kkk!

Mas não pensa que o fogo é coisa da natureza. É o pessoal das próprias fazendas que botam fogo num pedaço lá do mato pra aumentar o pasto. Ou taca fogo nas margens da Transpantaneira. O agronegócio é fogo.

Fazem muito mimimi por causa dos bichos queimados. Mas tem que saber tirar proveito disso, pô. Sabe aquele ditado: “se a vida te dá limões, faça uma limonada”? Então: “se a vida te dá bichos queimados, faça um churrasco, kkk!”

Só tinha uns 150 gatos pingados pra apagar todo aquele fogaréu. Agora, que o pasto já está pronto, a gente decretou estado de emergência. Os ecologistas devem estar ardendo de raiva. Mas o Ricardo Salles deve estar contente. E, por via das dúvidas, já diminuímos a verba do ICMBio para o ano que vem. Vamos comemorar fazendo uns espetinhos de tuiuiú.

Falando em ministro, a danada da Damares (ex-amiga da Flordelis, que gostava de uma surubinha) está conseguindo umas boas manchetes por aí. É que ela quer censurar o filme “Lindinhas” na Netflix, porque tem umas meninas de onze anos que rebolam. É que nem aquela menina disse na minha live, hoje em dia elas “começam cedo”, kkk!

Ah, Diário, mal acordei e já falei de negros, de polícia, de ecologia, de churrasco, de censura e fiz piada de duplo sentido. Vai ser mais um grande dia!

No Facebook: #DiariodoBolso