Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Curta essa dica / 2012 / 08 / Daniela Mercury abre Projeto Mulheres do Brasil, da paulistana Via Funchal

Daniela Mercury abre Projeto Mulheres do Brasil, da paulistana Via Funchal

por guibryan1 publicado 02/08/2012 12h27

Daniela Mercury, em participação no carnaval 2012 em Salvador, abre projeto que mostra grandes cantoras brasileiras em São Paulo (CC/turismobahia)

Alcione, Gal Costa, Margareth Menezes, Céu e Ana Cañas são algumas das estrelas do “Projeto Mulheres do Brasil”, da casa noturna paulistana Via Funchal. A primeira convidada a subir no palco é a cantora Daniela Mercury, nesse sábado (4). O repertório do show conta com as canções do álbum mais recente da artista, “Canibália: Ritmos do Brasil”, lançado em CD, em 2009, e em DVD, em 2011. 

Daniela Mercury mostra suas referências de hip-hop, funk, rock, salsa e merengue, com o objetivo de fazer o público dançar num espetáculo multimídia. Entre as canções, destacam-se o reggae “Sol do Sul”, a balada romântica “Iluminado” e o samba exaltação “Quero Ver o Mundo Sambar”. Não ficam de fora os sucessos acumulados ao longo de mais de vinte anos de carreira, como “O Canto da Cidade”, “Maimbê Dandá”, “Ilê Pérola Negra” e “Swing da Cor”.

Numa conversa com a Rede Brasil Atual, a cantora falou desse show e de outros fatos recentes de sua carreira. Leia a seguir:

Qual é a importância de ser a cantora convidada para abrir o projeto “Mulheres do Brasil”, da Via Funchal?

Fiquei muito feliz e também honrada com o convite. É maravilhoso fazer parte de um projeto que reúne grandes mulheres da música popular brasileira e pelas quais eu tenho tanta admiração. Abrir o projeto é uma responsabilidade grande, mas com certeza será uma noite especial.

Você preparou um repertório especial para a ocasião ou será o show do seu mais recente trabalho, “Canibália – Ritmos do Brasil”?

A base do show será o “Canibália”. Um espetáculo em que eu reúno no palco as minhas principais referências e influências artísticas. Então, tem muita dança, artes plásticas, canções de diferentes momentos de minha carreira… Farei também intervenções, reproduzindo algumas cenas específicas que fiz nos últimos carnavais… Será uma grande festa!

Como foi a seleção de repertório para esse álbum?

Costumo dizer que “Canibália” é o meu manifesto de afetos, em que reúno minhas maiores referências e influências. Eu, que sou filha do Clube da Esquina, da Tropicália, que sou de uma geração pós Movimento Antropofágico... E, nesse trabalho, celebro tudo isso!

O projeto teve início em 2009, com o lançamento do show e do CD. Em novembro de 2011, lancei o DVD “Canibália - Ritmos do Brasil”, e durante o ano de 2012 vou percorrer diversas cidades do Brasil e do mundo divulgando o álbum.

Qual balanço você faz da sua vida (Daniela completou 47 anos em julho) e o que pretende conquistar daqui para a frente?

Meu grande sonho, desde o início de tudo, foi levar minha arte, minha música para os quatro cantos do mundo. Poder conhecer outras culturas e trazê-las para o Brasil, e levar nossa cultura para todos os lugares... Quando faço uma reflexão de tudo que já fiz e já vivi, sinto que aos poucos estou conseguindo realizar esse sonho.

Como é sua rotina com o Instituto Sol da Liberdade e quais foram as iniciativas mais importantes que ele realizou desde a fundação em 2008?

Participo ativamente das atividades do Instituto Sol da Liberdade. Faço o possível para conciliar a minha agenda com as atividades da Caravana da Música e sempre que posso acompanho o projeto pelo Brasil. Considero sempre um presente ter a possibilidade de, junto com o ISL e a Caravana da Música, visitar as mais diversas cidades brasileiras, olhar de perto as dificuldades do nosso povo, reverenciar a nossa diversidade cultural e contribuir para fazer desse um país mais justo e soberano.

Na ação da Caravana da Música, me transformo em professora e também criança. Participo da fase de preparação das aulas junto com os professores do projeto, acompanho a ação com as crianças, brinco, ensino e aprendo com todos eles.

Sou absolutamente comprometida com o aperfeiçoamento da metodologia da arte educacional que desenvolvemos no ISL, por isso gosto de fazer parte das reuniões com os professores, sempre em um ambiente colaborativo. Além disso, estou atenta aos relatórios preparados por todos eles e faço questão de acompanhar de perto cada nova visita, através de notícias, fotos e vídeos.

Como artista, tenho ainda a oportunidade de divulgar esse sonho por onde passo, nos shows, em encontros importantes com grandes líderes, empresários, organizações não governamentais e gestores públicos.

Qual é seu envolvimento com o projeto Caravana da Música, parceria com o UNICEF e com a ESPN Brasil, e como ele funciona exatamente?

A Caravana da Música é um projeto desenvolvido pelo Instituto Sol da Liberdade, que criei e presido, com o UNICEF e a ESPN Brasil. O projeto visita uma cidade do Brasil a cada mês onde oferece a 1.500 crianças a oportunidade de experimentar a dança, a música, a literatura, o teatro, a arte circense e muitas outras expressões artísticas. Além de atender às crianças, o projeto oferece também formação em arte educacional a 250professores da rede pública de cada cidade visitada.

O projeto já visitou mais de 30 cidades, atendeu diretamente mais de 30 mil crianças e formou também mais de 5 mil  professores. As atividades são coordenadas e geridas pelos professores do Instituto Sol da Liberdade. Eles são profissionais altamente gabaritados e experientes em cultura popular e trabalham junto comigo no desenvolvimento da metodologia de Arte Educacional, que disseminamos na Caravana da Música.

A Caravana da Música nasceu de um sonho meu de reverenciar a arte e também de retribuir ao meu país e aos brasileiros toda a inspiração que significam para mim.

Serviço
Projeto Mulheres do Brasil – Daniela Mercury 
Sábado (4), às 22h. Ingressos de R$100 a R$40
Via Funchal – Rua Funchal, 65. T: (11) 3846-2300

[email protected]

registrado em: , ,