Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Curta essa dica / 2012 / 04 / Festas no Espírito Santo marcam 40 anos de 'Eu Quero Botar Meu Bloco na Rua'

Festas no Espírito Santo marcam 40 anos de 'Eu Quero Botar Meu Bloco na Rua'

por guibryan1 publicado 13/04/2012 15h50, última modificação 21/04/2012 13h09

Em 1972, o cantor e compositor capixaba Sérgio Sampaio, nascido em Cachoeiro do Itapemirim, criava aquele que se transformaria num dos mais célebres álbuns da música independente brasileira – “Eu Quero Botar Meu Bloco na Rua”, lançado em março de 1973. Quarenta anos depois, vários artistas se reúnem na capital do Espírito Santo, Vitória, para relembrar esse trabalho. Nessa sexta-feira (13) e sábado (14), acontece o 4º Festival Sérgio Sampaio, um evento que mistura música, literatura, artes plásticas e produções audiovisuais.

Na sexta-feira, o cantor Juliano Gauche e o Duo Zebedeu recebem o músico, compositor, DJ e agitador cultural paulista Tatá Aeroplano, das bandas Cérebro Eletrônico, Jumbo Elektro e Zeroum. Juntos, eles interpretarão todas as faixas do álbum que inclui, além da faixa-título, outras 11 canções, como “Viajei de Trem”, “Filme de Terror” e “Cala a Boca, Zebedeu”, de Raul Sampaio.

Já no sábado haverá show com os artistas locais Edivan Freitas, Etti Paganucci, Fernando Nardi, Flávio Vieira e Jonias Feli interpretando o cancioneiro de Sérgio Sampaio, falecido no Rio de Janeiro (RJ), em 15 de maio de 1994. Também haverá uma edição especial do Clube Capixaba do Vinil, além de debates, exposições, performances e exibição de vídeos.

Assista à montagem sobre a canção de Sérgio Sampaio

"Eu Quero é Botar Bloco na Rua" marcou época também em função do grito de liberdade que emitia num dos períodos mais terríveis do regime militar no Brasil. "Há quem diga que eu dormi de touca / Que eu perdi a boca, que eu fugi da briga / Que eu caí do galho e que não vi saída / Que eu morri de medo quando o pau quebrou / Há quem diga que eu não sei de nada / Que eu não sou de nada e não peço desculpas / Que eu não tenho culpa, mas que eu dei bobeira / E que Durango Kid quase me pegou / Eu quero é botar meu bloco na rua / Brincar, botar pra gemer / Eu quero é botar meu bloco na rua / Gingar, pra dar e vender".

Serviço
Festival Sérgio Sampaio – 40 anos de Eu Quero Botar Meu Bloco na Rua
Sexta-feira, 13 de abril, às 20h; e sábado, 14 de abril, a partir das 16h. Grátis
Estação Porto – Armazém 5 da Codesa. Avenida Getúlio Vargas. Centro. Vitória (ES)
Telefone: (27) 3132-4460

[email protected]

 

 

registrado em: , , ,