Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Curta essa dica / 2012 / 01 / Exposição revela olhar poético do fotógrafo Steve McCurry

Exposição revela olhar poético do fotógrafo Steve McCurry

por guibryan1 publicado 05/01/2012 11h56

Imagem de garota afegã marca trabalho de Steve McCurry, em exposição em São Paulo (Foto: Divulgação)

O fotógrafo norte-americano Steve McCurry sempre trabalhou com sua câmera Kodak, com a qual registrou mais de 800 mil imagens em Kodachrome, tipo de filme criado em 1935 e que nunca chegou ao Brasil. Dessa maneira, ele registrou uma parte do mundo até então desconhecida - os países asiáticos -, sempre valorizando os constrastes de cores.

O resultado é um brilho encantador e inexplicável... a expressão facial dos fotografados e a pequenez do homem diante da natureza. É o que pode ser conferido na exposição "Alma Revelada", que está em cartaz gratuitamente no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo, até 29 de janeiro de 2012, podendo ser visitada de terça a domingo, das 11h às 20h.

Há duas sessões da exposição que são as mais baladas. A primeira delas é a série de quatro telas gigantescas que registram a tragédia de 11 de setembro de 2001, em Nova York, quando as torres gêmeas do World Trade Center foram derrubadas por aviões. "Apesar de mais de 25 anos fotografando terríveis momentos de sofrimento e guerra, Steve não se sentiu totalmente preparado para a tragédia ocorrida em 11 de setembro em Nova York", destaca um dos textos expostos na mostra. 

A segunda sessão é a de retratos, que vão do ator Robert De Niro, em sua sala de projeção em Tribeca, em Nova York, em 2010, à garotinha afegã Sharbat Gula, que foi fotografada quando tinha apenas 12 anos, em 1984, e, ao aparecer na capa da "National Geographic", de junho de 1985, tornou-se uma das imagens mais emblemáticas e conhecidas do mundo. Ela voltou a posar para McCurry em 2002, aos 30 anos.

Outras imagens marcantes expostas no Instituto são a de várias crianças e um senhor segurança de guarda-chuvas nas vias férreas de Bangladesh, de 1983; a de meninos numa escola em Peshawar, no Paquistão, do mesmo ano; a da viúva que é forçada a mendigar em Cabul, no Afeganistão, de 1992; e a de mãe e filha na janela de um carro, na Índia, de 1993. Há outras imagens mais chocantes, caso de uma em que uma criança aparece com uma arma apontada para a cabeça na África do Sul. 

Cedidas na maioria pela Galeria de Babel, muitas imagens igualmente fortes foram registradas em ouros países asiáticos, como Iêmen, Indonésia, Turquia, Tibete, Birmânia e Sri Lanka. Já a paixão de Steve McCurry pela sua câmera é tamanha que em seu auto-retrato ele aparece encostado num táxi amarelo, nas ruas de Nova York, cuja placa é justamente a sigla do equipamento, PRK36.

Portanto, "Alma Revelada", além de ser um importante registro da história recente do mundo, encanta ao revelar o talento de um dos maiores fotógrafos de todos os tempos, mostrando que, para obter aquele resultado de tão rara beleza, é necessário muito mais do que bons equipamentos e sorte. É preciso estar atento e ter um olhar extremamente sensível, o que só raros artistas possuem.

[email protected]

registrado em: ,