Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Curta essa dica / 2011 / 11 / Marco do cinema brasileiro, "Limite" completa 80 anos com exibição e debate em São Paulo

Marco do cinema brasileiro, "Limite" completa 80 anos com exibição e debate em São Paulo

por guibryan1 publicado 04/11/2011 13h05, última modificação 04/11/2011 19h07

Rodado na Fazenda Santa Justina, em Mangaratiba, no Rio de Janeiro, o filme mostra a dificuldade de comunicação entre três personagens diante da passagem do tempo e da condição humana (Foto: Reprodução)

Em 1931, o cineasta, roteirista e escritor Mário Peixoto, nascido em Bruxelas, na Bélgica, mas radicado no Brasil, realizava o único filme, “Limite”, que se tornou um marco do cinema brasileiro, cultuado até hoje. Exatos 80 anos depois, ele é restaurado, ganha acompanhamento musical inédito no país assinado pelo compositor e pianista norueguês Bugge Wesseltoft e será exibido neste sábado (5), às 21h, e domingo (6), às 19h.

As sessões serão acompanhadas por música ao vivo tocada pelo próprio Bugge Wesseltoft, com a participação dos músicos Naná Vasconcelos, Marlui Miranda, Rodolfo Stroeter e Ola Kvemberg. Antes das exibições, acontece nesta sexta-feira (4), às 20h, no Itaú Cultural, um debate a respeito do filme com o crítico Ismail Xavier, o cineasta e secretário municipal de Cultura, Carlos Augusto Calil, e a pesquisadora audiovisual Stella Senra.

Rodado na Fazenda Santa Justina, em Mangaratiba, no Rio de Janeiro, o filme mostra a dificuldade de comunicação entre três personagens diante da passagem do tempo e da condição humana. Como apontado no release do evento, para Ismail Xavier, em “Limite”, a natureza se torna um personagem tão fundamental para o enredo quanto o homem e as duas mulheres que enfrentam o mar e a morte naquele pequeno barco à deriva. Em uma mistura entre fascínio e medo de ser tão pequeno diante da grandeza da natureza que cerca os personagens, o filme dialogava com as vanguardas europeias da época em que foi lançado, sem revelar necessariamente um olhar nacional.

Assista ao trecho inicial da obra

Serviço

Debate: Itaú Cultural – 4/11, às 20h. Grátis – Avenida Paulista, 149, fone 2168-1700.
Filme
: Auditório Ibirapuera – 5/11, às 21h, e 6/11, às 19h. Ingressos de R$ 10 a R$ 20. Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n. Portão 2 do Parque do Ibirapuera. Fone: 3629-1014

registrado em: