Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Curta essa dica / 2011 / 10 / Paulo Miklos, a alma roqueira de Noel Rosa

Paulo Miklos, a alma roqueira de Noel Rosa

por guibryan1 publicado 26/10/2011 19h30, última modificação 31/10/2011 12h10

Uma das atrações da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo é o documentário “A Alma Roqueira de Noel Rosa”, dirigido por Alex Miranda, e que retrata o show realizado por Paulo Miklos, integrante dos Titãs, com o Quinteto em Branco e Preto, com canções do compositor carioca Noel Rosa. 

O maior mérito desse documentário é conseguir interligar o sambista carioca dos anos 1920, Noel Rosa, a Paulo Miklos, integrante de uma das mais importantes bandas de rock do Brasil. Um casamento que poderia parecer muito inusitado provoca um efeito inesperado e agrada em cheio o espectador. Sempre simpático, o titã aparece fazendo a barba diante de um espelho, enquanto se prepara para um dos shows, contando como entrou em contato com os sambistas paulistas do quinteto e qual foi a sensação de frequentar rodas de samba em São Paulo e no Rio.

A partir daí, vão sendo intercaladas imagens de Paulo Miklos se apresentando no Centro Cultural Banco do Brasil, na Virada Cultural e no Auditório Ibirapuera e recebendo as convidadas Mallu Magalhães e Carol Bezerra; com outras de ensaios, onde de modo muito descontraído comenta o que lhe atrai e como interpreta as canções compostas por Noel Rosa. Também é possível vê-lo assistindo as próprias imagens do documentário e analisando-as numa mesa de bar. Há ainda depoimentos de feras do samba, como Oswaldinho da Cuíca e Fabiana Cozza, e do rapper Rappin Hood.

O resultado é que percebe-se que Noel era muito mais roqueiro do que se poderia imaginar e Miklos possui uma encantadora e surpreendente faceta de sambista. Como diretor geral dos shows, o cantor também se mostra simpático e generoso, ao aceitar quando os integrantes do Quinteto escolhem as melhores roupas oferecidas pelo figurinista, quando imaginava algo mais “depressão”, como denomina algo mais simples. Afinal, para ir ao samba sempre se escolhem as melhores roupas.

Clique aqui para assistir a cenas do documentário adiantam a boa dica:

Serviço

Ingressos de 14 a 18 reais (individual)
Domingo, 30/10, às 16h – Frei Caneca Unibanco Arteplex – Shopping Frei Caneca. Rua Frei Caneca, 569. 3º piso. T: 3472-2365.
Segunda-feira, 31/10, às 19h10. Sala Cinemateca – Largo Senador Vergueiro, 207. Vila Clementino. T: 3512-6111
Terça-feira, 1/11, às 19h – Cine Sabesp – Rua Fradique Coutinho, 361. Pinheiros. T: 5096-0585.

 [email protected]