Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Curta essa dica / 2011 / 09 / Língua de Trapo relembra 'Como é Bom Ser Punk' em SP

Língua de Trapo relembra 'Como é Bom Ser Punk' em SP

por guibryan1 publicado 05/09/2011 13h58

A atual formação da banda paulistana Lingua de Trapo (Foto: ©Walter Moraes/Divulgação)

“Como É Bom Ser Punk”, lançado em 1985, é o nome do segundo LP, e um dos mais conhecidos e elogiados, da banda paulistana Língua de Trapo. Vinte e seis anos depois, os integrantes Laert Sarrumor (voz), Sérgio Gama (voz, violão e bandolim), Marcelo Castilha (acordeon e teclado), Zé Miletto (teclados), Valmir Valentim (bateria), Pedro Marcondes (baixo e vocal) e Marcos Arthur (percussão) se reunirão no próximo sábado, 10 de setembro, a partir das 21h30, no Sesc Belenzinho, para lembrar as canções de títulos irreverentes, como “Country os Brancos”, “Os Metaleiros Também Amam”, “Força do Pensamento” e “Amor à Vista (Blues do Gigolô)”. 

O Língua de Trapo surgiu no final da década de 1970, quando alguns estudantes de Jornalismo da Faculdade Cásper Líbero se juntaram para criar um grupo musical capaz de realizar um trabalho bem-humorado, mas com ácidas críticas sociais. A banda se tornou um importante nome da denominada Vanguarda Paulista, que revelou também Rumo, Premeditando o Breque, Arrigo Barnabé e Itamar Assumpção. No show, também serão lembrados outros clássicos dessa trajetória que rendeu seis discos, um compacto e um DVD, caso de “Concheta” e “Xingu Disco”.

Serviço
Sábado, 10 de setembro, às 21h30. Ingressos de R$6 a R$24.
Sesc Belenzinho – Rua Padre Adelino, 1000. Belém. T: (11) 20769700.

[email protected]