Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Curta essa dica / 2011 / 07 / Cinema Silencioso em destaque

Cinema Silencioso em destaque

por Guilherme Bryan, para a Rede Brasil Atual publicado 20/07/2011 12h15, última modificação 01/08/2011 16h45

Mostra em São Paulo traz filmes silenciosos exibidos ao som de músicos que tocam ao vivo. Na foto, cena do filme brasileiro Fragmentos da Vida (Foto: Reprodução/ Agência Brasil)

A chegada do som revolucionou a arte cinematográfica para sempre. Porém, como era o cinema antes dessa tecnologia ser desenvolvida? Como eram os filmes acompanhados por pianistas que tocavam partituras especiais ao vivo, inclusive para abafar os sons dos projetores? Essas são algumas das respostas que poderão ser encontradas na V Jornada Brasileira de Cinema Silencioso, que acontece de 5 a 14 de agosto, na Cinemateca Brasileira, em São Paulo. A entrada é franca.

Durante muito tempo, esses filmes, produzidos do final do século XIX até cerca de 1930, foram de difícil acesso ao grande público. A situação só começou a mudar a partir de 1980, com a divulgação, possibilitada pelas novas tecnologias, de arquivos preservados em cinematecas. Entre as atrações, estão os italianos “Spergiura!Itália” (1909), dirigido por Arturo Ambrósio; e “L’Ave Maria di Gounod” (1910), de Giovanni Vitrotti. A Jornada contará também com exposições, seminários e mesas-redondas.

O homenageado deste ano é o cinegrafista italiano, radicado no Brasil, Gilberto Rossi, que realizou a produção de um cinejornal semanal, “Rossi Actualidades”, que durou até os primeiros anos da década de 1930. Além dos filmes que realizou, também serão exibidas fotografias, documentos e equipamentos que utilizou.

Com curadoria musical do músico e compositor Lívio Tragtenberg, o evento conta também com o acompanhamento instrumental ao vivo. Desta vez, os convidados são a banda de rock Violeta de Outono, a Orquestra de Bandolins, o grupo Coração Quialtera, a Jazz Sinfônica de Diadema, o Quinteto de Sopro – EMESP, o Quarteto de Cordas – EMESP, o Quarteto de Cordas – Fabio Tagliaferri, o cantor Max de Castro e os músicos Dino Barioni e Antonio Loureiro.

Serviço
De 05 a 14 de agosto. Grátis.
Cinemateca Brasileira – Largo Senador Raul Cardoso, 207. São Paulo/SP.
Informações em www.cinemateca.gov.br/programacao.php
registrado em: