Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Copa na Rede / 2014 / 06 / Brasil bate o Chile nos pênaltis e avança

Sufoco

Brasil bate o Chile nos pênaltis e avança

Com 1 a 1 no tempo regulamentar, e uma prorrogação de domínio brasileiro, donos da casa avançam. Julio César pegou dois pênaltis
por Futepoca publicado 28/06/2014 16h08, última modificação 28/06/2014 16h34
Com 1 a 1 no tempo regulamentar, e uma prorrogação de domínio brasileiro, donos da casa avançam. Julio César pegou dois pênaltis
Lavandeira jr/EFE
david luiz

David Luiz fez o primeiro no jogo e o primeiro dos pênaltis na suada vitória brasileira

A seleção brasileira passou pelo Chile num jogo dramático no Mineirão. Após a partida terminar em 1 a 1, a decisão foi para os pênaltis, onde Júlio Cesar brilhou com duas defesas. Agora, o Brasil espera quem passar no duelo entre Uruguai e Colômbia, às 17h, no Maracanã.

Brasil entra em campo com Fernandinho no lugar de Paulinho, e logo no início ele mostra a que veio. São duas faltas nos primeiros 5 minutos. Mas a marcação no meio-campo funciona melhor. Chile não chega à área brasileira, e o Brasil leva perigo nas bolas roubadas no meio-campo.

Neymar sente o joelho logo no início e preocupa. Mas aos 18, o camisa 10 bate escanteio, Thiago Silva cabeceia e sobraria para David Luiz, mas a zaga põe pra dentro. Brasil sai na frente, mas tem dificuldade de sair com a bola. Aos 31 minutos, Marcelo bate lateral para Hulk que devolve curto demais, o ataque chileno recupera a bola e chega ao gol com Alexis Sánchez.

Segundo tempo começa pegado. Aos 9 minutos, Hulk recebe lançamento, mata e chuta meio espirrado no cantinho. Gol, mas árbitro anula, por ter supostamente matado a bola com o braço, e dá cartão amarelo ao atacante brasileiro. A partir daí Brasil sofre com a marcação pressão do Chile. Neymar tem pelo menos dois jogadores marcando, e sente a perna.

Aos 35, Daniel Alves lança Neymar que completa de cabeça, mas Bravo pega. Aos 38, Hulk dribla três adentrando a área, e bate bem, e novamente o goleiro chileno fecha as traves. Tempo regulamentar termina empatado, vamos à prorrogação.

Na prorrogação só dá Brasil. Willian entra no intervalo no lugar de Oscar. Só dá pressão brasileira, mas o placar final é mesmo o empate.

Nos pênaltis, Brasil marca 3 com David Luiz, Marcelo e Neymar, e Chile marca só dois. Julio César pega dois. Brasil avança para as quartas de final, na próxima sexta, às 17h, no Castelão, em Fortaleza.

Em instantes, a análise da partida.