Home Blogs Na defesa da biografia do marido, mulher de Paulo Freire reclama a Michel Temer
em carta

Na defesa da biografia do marido, mulher de Paulo Freire reclama a Michel Temer

Publicação do site do Instituto Liberal chamando educador brasileiro de 'assassino do conhecimento' foi incluída em sua biografia
Publicado por Blog do Marcelo Auler
Compartilhar:   
instituto paulo freire/reprodução
freire2.jpg

Este ano, Freire está sendo considerado nos Estados Unidos como o terceiro intelectual de todo a história

Após tomar conhecimento que, através de servidores de uso do Serviço de Processamento de Dados do governo federal – Serpro, na tarde de terça-feira (28), alguém modificou a biografia de seu marido, Paulo Freire, incluindo trechos de uma publicação do site do Instituto Liberal chamando o educador brasileiro, reconhecido internacionalmente, de “Assassino do Conhecimento”, sua viúva, Ana Maria Araújo Freire, a Nita Freire, protestou em carta ao vice-presidente no exercício interino da presidência, Michel Temer.

“Para a construção de um país verdadeiramente democrático é da mais alta importância, que, órgãos do Estado ou que prestam serviços a ele, como o Serpro, não estejam compactuando com interpretações de espíritos liberais inescrupulosos, que, intencionalmente maculam a honra de um homem que deu sua vida para que a educação, sobretudo a do Brasil, possibilitasse a libertação e a autonomia dos homens e das mulheres de nosso querido país. Nunca sob o bastão da intolerância, do fascismo ou do comunismo”, diz ela na carta que já chegou ao Palácio do Planalto.

Antes de pedir a colaboração do presicdente para o restabelecimento da verdade, Nita Freire alerta-o para a possível repercussão negativa internacional que o caso terá:

“É inconcebível que numa sociedade democrática se divulgue frases carregadas de ódio e de preconceito como: “Paulo Freire e o Assassinato do Conhecimento” – absurda e ironicamente, no ano em que Paulo Freire está sendo considerado nos EEUU como o terceiro intelectual do mundo, de toda a história da humanidade, mais citado, portanto mais estudado nas universidade norte-americanas, que, a princípio são contra o marxismo”.

A também educadora conviveu desde criança com Paulo Freire (1921-1997) e nos últimos dez anos da vida dele tornou-se sua esposa,. Recentemente, conforme divulgamos na reportagem Nita Freire: “não podemos deixar desmoronar as nossas esperanças!”, ao participar de um ato contra o governo Temer, acusou-o de querer acabar com os sonhos dos brasileiros:

“Este governo que está aí não está só acabando com os projetos políticos de igualdade, ele está destroçando os sonhos de nós, brasileiros e brasileiras. Está querendo que esqueçamos tantos anos de luta”, afirma.

registrado em: ,