Home Blogs Grupo C: Coadjuvantes têm oportunidade de ir longe
Seleção a Seleção

Grupo C: Coadjuvantes têm oportunidade de ir longe

Colômbia, Costa do Marfim, Japão e Grécia disputam vagas sem grandes favoritismos
Publicado por Futepoca
10:05
Compartilhar:   
MAURICIO DUEÑAS CASTAÑEDA/EFE
Coadjuvantes 2

O goleiro colombiano Farid Mondragón, caso entre em campo, ultrapassa Roger Milla como o atleta mais velho a jogar uma Copa do Mundo

Colômbia, cabeça de uma chave tida como fraca, abre os trabalhos do Grupo C no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, logo às 13h deste sábado (14). No único jogo iniciado às 22h nesta Copa, Costa do Marfim enfrenta o Japão, na Arena Pernambuco, em Recife.

Diferentemente do Grupo C, aqui não há títulos mundiais. As meras participações em Copa, somadas, chegam a 12 (quatro da Colômbia, duas da Costa do Marfim, duas da Grécia e quatro do Japão).

Entre a retranca grega, a promessa de alegria colombiana, o fim de uma geração africana e uma força ascendente japonesa, não há favoritismos.

A seguir, são apresentadas fichas de cada seleção. O conteúdo é parte de uma série do Copa na Rede, elaborado pelo Futepoca, sobre os integrantes dos grupos da Copa.

Para cada seleção, um retrato à láFutepoca. Em termos de futebol, uma sinopse do que esperar na Copa 2014, ladeada de um palpite cheio de medo de errar (favorito, vai longe, coadjuvante ou zebra). O craque da história e a melhor posição em copas completam o capítulo do ludopédio.

A política e a cachaça vêm depois. Quase em livre associação (ou em livre busca no Google), figuras do universo político do país são enumeradas. A bebida típica é a pista de como serão comemoradas as vitórias de cada representação (ou afogadas as mágoas das derrotas).

Colômbia

FUTEBOL
O que esperar: O atacante Falcão Garcia foi cortado, por contusão. Ainda assim, o técnico argentino José Pékerman espera contornar a ausência do principal nome da equipe. Recaem sobre o meia James Rodríguez e o atacante Teo Gutiérrez a esperança de uma boa campanha. Cabeças de chave em um grupo de poucas estrelas, Los Cafeteros têm até boas chances de avançar para as oitavas.
Palpite Futepoca: Coadjuvante
Craque da história: Valderrama, René Higuita
Melhor posição em copas: Oitavas de final (1990)
POLÍTICA:
Expoentes: Farc, Alvaro Uribe, Paramilitares,
CACHAÇA:
Goró: Rum – aguardente de cana

 

Costa do Marfim

FUTEBOL
O que esperar: Os Elefantes chegam para a terceira Copa seguida mostrando que a geração de Didier Drogba e Salomon Kalou marca a história do futebol na Costa do Marfim. O técnico Sabri Lamouchi tem a oportunidade de ir além da fase de grupos, diferentemente de 2006 e de 2010, quando o país africano esteve em grupos bem mais difíceis. A aposta é em uma marcação dura e na velocidade.
Palpite Futepoca: Coadjuvante
Craque da história: Didier Drogba
Melhor posição em copas Primeira Fase (2006 e 2010)
POLÍTICA:
Expoentes: Félix Houphouët-Boigny, Laurent Gbagbo, Guerra Civil de 2002.
CACHAÇA:
Goró: Bangui – um fermentado semelhante a um vinho feito com palma.

 

Grécia

FUTEBOL
O que esperar: O Barco Pirata grego vem para a terceira participação em copas na história. Classificados na repescagem, os campeões europeus de 2004 seguem, com o português Fernando Santos, apostando na retaguarda como principal trunfo. Do time que conquistou a Eurocopa em 2004, restam os meias Kostas Katsouranis, de 34 anos, e Georgios Karagounis, de 37. Fernando Santos aposta ainda em Kostas Manolas, Giannis Fetfatzidis e Panagiotis Tachtsidis para completar o ferrolho helênico. E quer surpreender em uma chave de poucos destaques, quase sem favoritos.
Palpite Futepoca: Coadjuvante
Craque da história: Theodoros Zagorakis
Melhor posição em copas Primeira Fase (1994 e 2010)
POLÍTICA:
Expoentes: Crise de 2011, Lucas Papademos, Antonis Samaras,
CACHAÇA:
Goró: Ouzo – bebida de anis

 

Japão

FUTEBOL
O que esperar: Os Samurais Azuis desembarcam no Brasil sob a batuta do italiano Alberto Zaccheroni. Keisuke Honda comanda a trupe, que tem ainda Shinji Kagawa. Será a quinta participação seguida do Japão em copas. Passados 20 anos do fim da carreira de Zico, no Kashima Antlers, os nipônicos contarão com a torcida da maior colônia fora do Japão. Apanharam na Copa das Confederações, em 2013, mas chegam confiantes de passar às oitavas, a exemplo de 2010.
Palpite Futepoca: Coadjuvante
Craque da história: Hidetoshi Nakata
Melhor posição em copas Oitavas-de-final (2002 e 2010)
POLÍTICA:
Expoentes: Restauração Meiji, Eisaku Sato, Shinzō Abe.
CACHAÇA:
Goró: Saquê – fermentado de arroz