Home Blogs Neymar brilha e Brasil põe o pé na semifinal
BRASIL X MÉXICO

Neymar brilha e Brasil põe o pé na semifinal

Com belo gol e assistência sinuosa, o camisa 10 liderou o Brasil na vitória sobre a equipe mexicana
Publicado por Futepoca
20:17
Compartilhar:   
EFE/Antonio Lacerda
Neymar contra o México

Neymar foi o destaque da vitória brasileira

Mesmo antes do início do jogo entre Brasil e México, o clima já era quente no Castelão. A manifestação realizada no entorno do estádio, em Fortaleza, durou pouco mais de quatro horas e reuniu cerca de 15 mil ativistas que protestaram contra os gastos públicos com a Copa das Confederações. A Polícia Militar cearense reprimiu com bombas de gás um grupo de manifestantes que tentou furar o bloqueio estabelecido para demarcar o protesto. Houve tumulto.

Em campo, o Brasil começou arrasador. Com trocas rápidas de passes e grande volume de jogo, a equipe de Felipão chegou ao gol aos 9 minutos. Daniel Alves fez o cruzamento e o defensor Rodríguez fez um corte parcial. A bola acabou sobrando para Neymar, que finalizou de primeira, fazendo mais um belo gol no torneio.

Passada a metade do tempo inicial, o México passou a equilibrar as ações, mesmo sem chegar com perigo ao gol de Julio César. A “atração” dessa parte da partida, menos intensa, foi David Luiz, que após choque com Thiago Silva teve de ser medicado e saiu algumas vezes de campo por estar sangrando.

No segundo tempo, o México fechou mais a marcação e se armou para jogar no contra-ataque. Criou jogadas, mas em nenhum momento ameaçou o gol brasileiro. O time de Felipão começou o segundo tempo novamente com velocidade, mas com dificuldade de furar a zaga mexicana. Oscar, mal em campo, foi substituído por Hernanes. O meia da Lazio acertou passes e deu mais solidez ao meio de campo. A criatividade deveria agora estar nos pés de Lucas, que entrou no lugar de Hulk. Mas quem faria mesmo a diferença seria Jô, que entrou aceso no lugar do apagado Fred.

Neymar, na extremidade esquerda da grande área, iludiu dois adversários e rolou com açúcar para o atacante do Atlético-MG marcou mais uma vez no fim do jogo. Classificada, assim como a Itália, que venceu o Japão por um eletrizante placar de 4×3, a seleção brasileira aguarda. Na terceira rodada, sábado, o clássico Brasil x Itália vai definir o primeiro lugar do Grupo A. O tempero final da vitória é o sabor de revanche da final das Olimpíadas, quando os mexicanos puseram água no nosso chope.

Ficha técnica

BRASIL 2 X0 MÉXICO

Brasil

Júlio César; Daniel Alves, David Luiz, Thiago Silva e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar (Hernes); Hulk (Lucas), Neymar e Fred (Jô)

Técnico: Luiz Felipe Scolari

México

Corona; Mier, Torres (Barrera), Rodríguez, Salcido; Flores (Herrera), Moreno, Torrado (Jimenez), Guardado; Giovani dos Santos e Chicharito Hernández

Técnico: José Manuel de la Torre