Home Bares Bacanas Guia de bares na cidade São Paulo onde respeito e democracia estão no cardápio
Sampa

Guia de bares na cidade São Paulo onde respeito e democracia estão no cardápio

Com tantas opções, não faz sentido gastar nosso suado dinheirinho naquele bar que não respeita as minas, gays, que tolera atitude racista, barra canto de Lula livre, de Marielle vive, que ignora direitos ou maltrata funcionário
Publicado por Paulo Donizetti de Souza, da RBA
19:16
Compartilhar:   
divulgação

Armazém do Campo, em Campos Elíseos

São Paulo – Confira a seguir a relação de bares, restaurantes e pontos de encontro e confraternização indicados pelos leitores e amigos da RBA. Confira nos links ou telefones os horários de funcionamento, as especialidades e programações, que são de responsabilidade dos próprios estabelecimentos. O guia de bares na cidade de São Paulo é construído de forma colaborativa.

As informações descritivas foram retiradas das redes sociais e das avaliações dos frequentadores. Ele não tem a pretensão de ser um roteiro completo de lugares onde se pode encontrar boas bebidas, boas comidas e – talvez o mais importante – boas conversas. Mas são dicas carinhosas, de gente especial, e a ideia é que seja ampliado, igualmente de forma colaborativa.

Para falar com o Guia, envie mensagem para [email protected] você pode incluir seu bar preferido, pedir pra retirar se não gostou de ver o seu aqui, comentar sobre seu boteco preferido, enviar fotos da galera etc.


Em São Paulo


Amigo Giannotti

Fundado em 1910, o bar tem sangue italiano correndo pelas veias. A fogazza com receita da família divide o cardápio com outros pratos muito bem avaliados, como o nhoque da fortuna servido todo dia 29. O ambiente é decorado como os botecos de antigamente.
Rua Santo Antonio, 1.106, Bela Vista, (11) 3211-3256.


Aparelha Luzia

divulgação

Fundado em 2016 pela “artivista” educadora e hoje deputada estadual (Psol-SP) Erica Malunguinho, o espaço é centro cultural e político de resistência negra, índia, trans, feminina, do povo da rua. Rodas de samba, mostra de filmes (fora circuito comercial) lotam o espaço, e o público é majoritariamente negro. O quilombo urbano funciona de quinta a domingo, e abre em outros dias quando necessário. O nome lembra os “aparelhos” que durante a ditadura abrigavam a militância clandestina. Luzia é o nome do fóssil mais antigo encontrado na América. Com cerca de 13 mil anos, tinha traços e fenótipos negros.
Rua Apa, 78, Centro, (11) 3467-0998.


Armazém do Campo

A loja de produtos agroecológicos, orgânicos e da agricultura familiar divide espaço com um café e um bar onde não faltam cerveja gelada nem drinques especiais, como o Lula Libre (vodka, Campari, suco de limão e melaço). Aos finais de semana, almoços preparados por chefs reconhecidos da culinária brasileira lotam a casa.
Alameda Eduardo Prado, 499, Campos Elíseos, (11) 3333-0652.


Al Janiah

O nome da casa homenageia uma vila palestina de onde foram expulsos os pais do idealizador do espaço. O ambiente político e cultural conta com bar e restaurante de culinária árabe de excelente qualidade e preço, atrações musicais e debates.
Rua Rui Barbosa, 269, Bela Vista, (11) 98701-3563.


Alvenaria Espaço Cultural Colaborativo

Ensaios, cursos, produções de foto, além de uma lojinha colaborativa e um café/bar. Tem tudo isso no espaço idealizado por Bia Toledo e Tati Bueno, gerido por mulheres e aberto para todxs, elas fazem questão de dizer. Os clientes atestam: decoração linda, comida gostosa, bar honestíssimo e atendimento nota dez. No quintal, cadeiras de praia e mesinhas. Programação cultural às terças e de quinta a domingo.
Rua Turiassu, 799, Perdizes, (11) 3871-4981.


Baderna

Com o espírito de Marietta Baderna, bailarina italiana radicada no Brasil que provocou alvoroço entre os conservadores no século 19 – e cujo sobrenome virou sinônimo de confusão –, o bar abre espaço para causas e cenas artísticas, uma casa livre e independente, aberta e acolhedora. Litrão barato, cervejas artesanais, drinques e um cardápio 100% vegano acompanham a música boa e variada.
Rua Oscar Freire, 2.529, Pinheiros, (11) 95853-2347.


Bar Amigos do Zé – BaZ

Inaugurado em 2013, na Praça Roosevelt, o bar ocupa um espaço aconchegante em uma das ruas mais boêmias do centro de São Paulo. Com a proposta de um lugar para reunir os amigos, o BaZ (pronuncia-se bazê) reúne quem curte cerveja gelada e petiscos gostosos.
Praça Franklin Roosevelt, 92, Centro, (11) 3257-5888.


Bar do Alemão

Não é qualquer bar que chega ao cinquentenário novo em folha, mantendo a linha musical, brasileiríssima, o chope sempre bem tirado e a mesma comidinha que parece feita em casa. Isso desde a fundação, em 1968, aquele ano que não acabou. No Bar do Alemão, como na vida boêmia e nos grandes amores, o melhor ainda está por acontecer. Avenida Antártica, 554, Água Branca, (11) 3862-5975.


Bar do Baixo

Um boteco para chamar de seu. No coração da Vila Madalena, um lugar onde todas as tribos se encontram e se conectam, o bar tem cerveja gelada, arte, comidinhas especiais e ótimos drinques.
Rua Girassol, 67, Vila Madalena, (11) 2893-9485.


Bar do Frango

Espaço de cultura e resistência importantíssimo na zona leste de São Paulo, o bar tem mais de trinta anos de tradição. Todo último domingo do mês (às 18h), o Sarau do Bar do Frango, recebe ótimos poetas e músicos. Boas cachaças, cervejas, frango frito e outras opções de pratos para acompanhar.
Avenida São Lucas, 479, Parque São Lucas, (11) 2345-8688.


Bar do Gê

Inaugurado em 1972 pelo seu Geraldo, está aos cuidados do filho Genildo. Um bar onde amigos se encontram para tomar cerveja gelada acompanhada por amendoim.
Rua Caetés, 509, Perdizes, (11) 2841-6447.


Bar do Gerson

Era 1989 quando as portas do bar abriram pela primeira vez. À época, eram servidos apenas lanches, porções, bebidas e caldo de mocotó, principalmente aos trabalhadores das indústrias Matarazzo, Rochester e outras pequenas empresas do bairro. Com o tempo, a mesa de bilhar deu lugar ao salão de almoço. Em ambiente descontraído, com música alegre, serve petiscos, lanches e aquela cerveja gelada.
Rua Caetano Pinto, 609, Brás, (11) 4564-9484.


Bar do Netão

Representante do movimento underground de São Paulo no início dos anos 2000, o Bar do Netão reabriu em 2016 com nova proposta que busca resgatar um espírito livre e divertido, sem rótulos nem preconceitos.
Rua Augusta, 584, Consolação, (11) 3477-6075.


Bar do Zé Batidão

O espaço recebe o Sarau da Cooperifa às terças-feiras, a partir de 19h30, organizado pelo poeta Sérgio Vaz e equipe. Também rodas de samba e várias apresentações de arte da periferia. No cardápio, salgados, feijoada, o elogiado escondidinho, cervejas e caipirinhas. Atendimento nota dez.
Rua Bartolomeu dos Santos, 797, Jardim Leticia, (11) 2737-8274.


Bar Estrela da Matriz

Ambiente aconchegante e familiar, possui dois ambientes com mesas internas e externas e grande variedade de cervejas nacionais e importadas, caipirinhas e chope servido na temperatura ideal. O cardápio tem ainda elogiados petiscos e porções.
Largo da Matriz de Nossa Senhora do Ó, Freguesia do Ó, (11) 2372-4081.


Bar Paróquia

MPB de qualidade, boa cozinha e bebidas, cerveja sempre gelada, a preços justos. Ambiente agradável, com mesas na calçada.
Rua Wisard, 426, Vila Madalena, (11) 3031-5758.


Bia Hoi

O boteco vietnamita homenageia uma das invenções mais democráticas do mundo: a cerveja. Bia hoi é chope em vietnamita e é também o nome dos locais onde os trabalhadores de Hanói se encontram para colocar o papo em dia. E tudo acompanhado da cerveja mais barata do mundo: na capital vietnamita, um caneco de bia hoi sai por apenas 50 centavos. A casa fica ao lado do Sindicato dos Jornalistas, pertinho da Praça Roosevelt. Encontrar pessoas pintadas ou cheias de bottons é rotina por lá. A equipe tem maioria de mulheres, conta com gays, negros e moradores do Centro. No cardápio, a melhor comida de rua do mundo, segundo os proprietários que viajaram vários vezes para aprender sobre a cozinha vietnamita.
Rua Rêgo Freitas, 516, República, (11) 3151-2508.


Boteco da Dona Tati

Espaço cultural de resistência e diversão, valoriza as raízes, a ancestralidade e a diversidade do povo brasileiro. Na música, com rodas de samba, choro e seresta. No cardápio, com influências das ascendências indígena e africana.
Rua Brigadeiro Galvão, 639, Barra Funda, (11) 2777-4030.


Boteco Pratododia

Vinil, amigos, drinques, chope artesanal e mais de 40 rótulos de cerveja que levam você a várias partes do mundo apenas com uma garrafa. O bar abre de quinta a domingo trazendo o melhor do groove em discos de vinil e com programação variada para animar a pista de dança. Vale verificar eventos que são voltados para a boa música.
Rua Barra Funda, 34, Barra Funda, (11) 2371-8517.


Boteco Socialista

Ponto de encontro e de atividades solidárias e gratuitas, como cursinho populares pré-vestibular, aulas públicas, atendimento psicológico a vítimas de violência doméstica; equipamento de som para ensaio de bandas e músicos. O bar, com produtos da agricultura solidária, promove saraus, slam, sessões de cinema e mantém um clube do livro.
Avenida Corifeu de Azevedo Marques, 1.880, Butantã, (11) 94911-6572.


Canto Madalena

divulgação

Boa comida e petiscos da culinária brasileira, em aconchegante ambiente num cantinho da Vila Madalena, onde é melhor não ir de carro, pois estacionar nem sempre é tarefa fácil. Serve almoço e jantar. O cardápio, além de oferta variada de cervejas e cachaças, traz sensacionais caipirinhas. A decoração é bacana e em alguns dias tem forró ao vivo.
Rua Medeiros de Albuquerque, 471, Vila Madalena, (11) 3813-6814.


Capivara Bar

Com cardápio que muda diariamente, com foco em peixes e frutos do mar, o bar que funciona de segunda a quinta-feira serve ainda guloseimas para vegetarianos, cerveja e alguns vinhos.
Rua Dr. Ribeiro de Almeida, 157, Barra Funda.


Casa Barbosa

Na casa tombada pelo patrimônio histórico funciona um autêntico boteco brasileiro. Cerveja gelada, ótimos petiscos e muita música boa fazem lotar o casarão.
Rua Rui Barbosa, 559, Bixiga.


Casa da Luz – Espaço Cultural

O espaço de cultura alternativa funciona onde em 1900 estava instalada uma hospedaria. Um enorme imóvel, templo de louvor à música, arte, às culturas ancestrais e alternativas.
Rua Mauá, 512, Centro, (11) 3326-7274.


Casa de Ramon Paladar 

divulgação

Criado a partir da ideia dos famosos Paladares Cubanos – os restaurantes surgidos por inspiração da novela Vale Tudo –, o chef Richard Piccoli abre sua casa e sua cozinha, oferecendo comida saborosa com inspiração afetiva. Os frequentadores adoram o ambiente aconchegante e elogiam muito o atendimento e o cardápio, que tem opções veganas e vegetarianas. Um lugar de afeto, definem. Alameda Ribeiro da Silva, 816, Campos Elíseos, (11) 2366-0866.


Caveiras Rock Bar

divulgação

Espaço simples de resistência cultural e aberto a novos músicos e novas bandas que queriam mostrar seu trabalho ao público. No Caveiras se celebra a igualdade, a luta contra a homofobia, contra o racismo, a xenofobia, o machismo. Os proprietários avisam: não têm o glamour dos bares mais centrais, mas têm a cerveja mais gelada de Itaquera. Generosas porções e drinks a preços populares.
Avenida do Contorno, 448, Itaquera, (11) 94728-1386.


Catzo Boteco Italiano

Boteco em fase experimental, com influência da cozinha italiana, na rua mais italiana de São Paulo. O bar serve coquetéis e cervejas artesanais, além de petiscos. Boa música para acompanhar em ambiente aconchegante e relaxado.
Rua Treze de Maio, 772, Bela Vista, (11) 99668-5626.


Cemitério de Automóveis Teatro e Bar

Desde 2013 o espaço mantém um grupo de teatro que apresenta peças alternativas, oficinas, shows. Ambiente irreverente com sinuca e bar de onde sai a cerveja gelada servida por um preço honesto.
Rua Frei Caneca, 384, Consolação, (11) 2371-5743.


Cervejaria Central

Bar que produz as próprias cervejas, todas muito elogiadas, serve carnes maturadas e frutos do mar.
Rua Jesuíno Pascoal, 101, Vila Buarque, (11) 98162-4794.


Cervejaria Zuraffa

Amigos e apreciadores de cervejas, cervejeiros caseiros que se tornaram profissionais e servem suas produções artesanais, além de porções e drinques.
Rua Artur de Azevedo, 1.902, Pinheiros, (11) 96179-5878.


Conceição Discos

Os pratos do dia preparados por Thalita Barros, as tortas e doces, se misturam nesse café, restaurante e bar que serve suas bebidas em um ambiente criativo com coleção de discos de vinil à disposição.
Rua Imaculada Conceição, 151, Vila Buarque, (11) 3477-4642.


Copanzinho Bar

Entre os fundos do tradicional edifício Copan e a Avenida São Luís, o bar oferece pratos, sanduíches e outras variedades tradicionais de balcão. As mesas espalhadas pela rua sem saída combinam perfeitamente com a cerveja sempre gelada.
Avenida São Luís, 130, Fundos, Centro (11) 3129-7695.


Chiquinho Bar & Espetinhos

Serviço de primeira, comida boa, preço justo. Assim os clientes definem o bar simples, mas com atendimento de primeira.
Rua Dr. Homem de Melo, 952, Perdizes.


Ecla e Toca do Saci

No sobrado funcionam o Espaço Cultural Latino-Americano (Ecla) e o Cineclube Walter da Silveira, unindo cultura e pesquisa. O espaço, que serve cerveja gelada, drinques e petiscos, estimula a promoção da diversidade cultural e social. Aberto a pessoas com preocupação social, não ostenta opção partidária, segundo informa, pois o movimento da cultura e da pesquisa se fortalece com diversidade e autonomia.
Rua Abolição, 244, Bixiga, (11) 3104-7401.


Exquisito

Pratos e petiscos de toda a América Latina, tacos mexicanos, baleadas hondurenhas, ceviche peruano. Tudo preparado com muita qualidade para acompanhar mojitos, daiquiris, margaritas, micheladas, além da carta de cervejas. E aos finais de semana tem música caribenha.
Rua Bela Cintra, 532, Consolação, (11) 3854-6522.


Fatiado Discos

Tudo começou com uma paixão por discos, cervejas artesanais e uma vida simples de bairro. O bar toca música boa, trabalha com produtores artesanais, desde o chope IPA, passando pelo queijo canastra e a linguicinha curada. Instalado em um bairro residencial, avisa: fecha cedo e mantém o volume das pickups em nível razoável.
Avenida Professor Alfonso Bovero, 382, Sumaré, (11) 2769-0083.


Fel

Bar com clássicos da coquetelaria revisitados. Músicas tristes e pouca luz compõem o ambiente intimista.
Avenida Ipiranga, 200, térreo 69, República, (11) 3237-2215.


Garagem da Pompeia

Exatamente como informa o nome, o bar funciona na garagem de uma casa em uma rua tranquila do bairro da Pompeia. Sanduíches de carne louca e rosbife, escondidinho de carne seca, piadinas e bruschettas compõem o cardápio com drinques bem preparados e a cerveja gelada que fazem o espaço sempre muito disputado.
Rua Dr. Miranda de Azevedo, 58, Pompeia, (11) 98743-9229.


A Gruta Bar

Desde 1980, a casa descontraída funciona no porão de um prédio no centro de São Paulo. Além da vasta opção de bebidas, tem petiscos e diversão na certa com bilhar, jogos de tabuleiro (xadrez, dama, gamão), cartas, dominó e pôquer.
Rua Major Quedinho, 112-A, Centro, (11) 3231-0185.


Igrejinha

Desde 2012 o bar recebe os clientes como amigos, como se estivessem em casa. O ambiente acolhedor, com sofazinhos e pouca luz, tem no cardápio drinques clássicos bem preparados e petiscos de dar água na boca.
Rua Fernando de Albuquerque, 302, Consolação, (11) 2769-8794.


Lola Bar 

Divulgação

Bar e espaço cultural que se define como um lugar para se olhar e conversar, embalados por arte e muita música boa. As paredes são obra da artista Tais Forner. Livros de escritores contemporâneos da cena independente, assim como artes plásticas em exposições periódicas fazer parte do ambiente muito elogiado. No cardápio, cerveja geladíssima, drinks, porções e sanduíches criativos, para todos os gostos. E tudo a preços justos. Bem próximo ao Metrô Marechal Deodoro.
Rua Brigadeiro Galvão, 469, Barra Funda, (11) 3476-9294


Mandíbula

Ampla área externa e grafite nas paredes compõem o espaço. Boa música e excelentes drinques, com destaque para o gim tônica, são os destaques desse bar que fica dentro da Galeria Metrópole. Por isso, atenção aos horários de entrada para não perder a viagem: até às 22h de segunda a quarta e até meia-noite quinta e sexta. Sábado, os bares não abrem à noite e a galeria fecha às 18h.
Praça Dom José Gaspar, 106, Piso 2, cj. 40, República, (11) 3129-3556.


Mercearia São Pedro

Desde 1968 é uma mistura de boteco, livraria e armazém. Com uma área ao ar livre e mesas na calçada, serve almoço e bons petiscos, como os pastéis quentinhos. Boa opção para tomar uma cerveja gelada nas tardes de sol.
Rua Rodésia, 34, Vila Madalena, (11) 3815-7200.


Metropol

Clima alternativo, com música ao vivo, petiscos, cervejas e drinques clássicos.
Rua Bento Freitas, 290, República.


Mundo Pensante

Centro cultural que integra bar, alimentação, palco para apresentações musicais e uma varanda. O Mundo Pensante investe seus recursos na difusão da arte em eventos variados que passeiam do jazz ao samba, do show intimista a festas que vão até o sol nascer.
Rua Treze de Maio, 830, Bixiga, (11) 5082-2657.


Ó do Borogodó

Desde 2001 é um dos principais espaços do samba, do choro e outros ritmos brasileiros. Uma casa simples com música de qualidade, cerveja gelada e petiscos para acompanhar.
Rua Horácio Lane, 21, Pinheiros, (11) 3360-0303.


Paribar

O ano era 2005 e a ideia era fazer um café no centro de São Paulo. No mesmo lugar, durante muitos anos, funcionou o famoso Paribar, espaço de efervescência cultural nas décadas de 1950 a 1970. Assim ressurgiu o bar, entre as colunas onde beberam e festejaram intelectuais, poetas e boêmios. Carta de bebidas clássicas e cardápio com pratos muito bem feitos e petiscos como o famoso torresmo à milanesa.
Praça Dom José Gaspar, atrás da Biblioteca Mário de Andrade, Centro, (11) 3159-0219.


Pau Brasil

O bar existe há 14 anos e se consolidou como um local de resistência do samba antigo. Aberto de quinta-feira a domingo com rodas abertas e democráticas. O espaço é amplo, com dois andares e quintal interno, decorado com caricaturas de sambistas que passaram pela casa.
Rua Fidalga, 23, Vila Madalena, (11) 99549-4218.


Presidenta

Bar e espaço cultural, tem área para dançar e promove várias festas ao longo da semana.
Rua Augusta, 335, Consolação[email protected].


Prosa e Vinho

divulgação

Consumir vinho é um prazer e pode ser feito em um lugar acessível, democrático e inspirado em pessoas. Assim é o Prosa e Vinho, espaço integrador, plural e sem o glamour que muitas vezes incomoda. Versáteis e heterogêneos, avisam os idealizadores do espaço, não temos rótulos e não rotulamos.
Avenida São Luís, 187, piso 3 da Galeria Metrópole, loja 1, Centro, (11) 3151-3692.


Por um Punhado de Dólares

O bar e cafeteria tem decoração bacana e ótimas opções no menu de cafés, sanduíches artesanais, petiscos e cervejas.
Rua Nestor Pestana, 115, Consolação, (11) 3214-5891.


Sabelucha

O café, conhecido por suas posições de esquerda, tem doces e salgados imperdíveis. Destaque para o cannoli. Também vale para tomar uma boa cerveja gelada.
Rua 13 de Maio, 580, Bixiga, (11) 3251-3797.


2 Santo Bar Musical

Entre 1971 e 1979, em plena ditadura, o Bar do Amorim enchia a calçada da Rua Augusta e incomodava o espírito sisudo daquela época. Em janeiro de 2012, Amorim retoma seu sonho com o 2 Santo Bar, na esquina das ruas São Vicente e Santo Antônio. As cachaças, a cerveja sempre gelada, o sanduíche de pernil e o escondidinho de carne seca se somam como atrativos do bar que tem ainda um palco onde músicos de excelente qualidade de apresentam semanalmente.
Rua São Vicente, 157, Bela Vista, (11) 3115-1903.


Sol y Sombra 

Divulgação

Inspirado pelo escritor uruguaio Eduardo Galeano, o Sol y Sombra é um bar para viajar por todo continente. No cardápio, porções e drinks tradicionais latino-americanos. A decoração homenageia lendas do futebol, da política, música e cultura. O ambiente descontraído e acolhedor avisa haver uma inclinação à esquerda. Destaque para a cerveja Lula Livre, da Cervejaria Rock n’ Bräu, a mesma do Bar do Omar, no Rio. Água é 0800, para tomar sempre que precisar e lembrar.
Rua Santa Madalena, 250, Bela Vista, (11) 99135-9767


Soteropolitano Bar e Restaurante

Um pedacinho da Bahia em São Paulo. O espaço, com excelente cozinha, cerveja gelada e caipirinhas, mudou da Vila Madalena para a Vila Romana, mas a qualidade é a mesma.
Rua Marco Aurélio, 451, Vila Romana, (11) 3034-4881.


Sucesso’s Bar

Conhecidos pelo litrão barato, os combos com desconto e o salgado gostoso, o bar é frequentado por jovens que aproveitam as promoções da casa. Música ao vivo quatro vezes na semana e para todos os gostos: forró, samba, choro, disco. Confira o humor nos vídeos compartilhados. Destaque para o Samba do Desempregado e o Bailão Preto da Democracia.
Rua Dr Cesário Motta Junior, 580, Vila Buarque, (11) 2538-0065.


Sputnik Bar

O forte apreço ao retrofuturismo na decoração e referências espaciais e soviéticas são a cara dos quatro ambientes: bar/restaurante, lounge, karaokê e pista de dança. A carta de drinks conta com mais de 20 rótulos de vodka, além de cervejas e drinks para acompanhar o cardápio cheio de quitutes.
Largo do Arouche, 330, República, (11) 2924-5083.


Tabuleiro do Acarajé

Ambiente simples e informal, atendimento de primeira para quem saboreia o legítimo acarajé baiano, sequinho, crocante. De sobremesa a cocadinha de dar água na boca.
Rua Jesuíno Pascoal, 30, Santa Cecília, (11) 96534-3931.


Tamarineira

O bar, que tem no samba sua razão de existir, traz no nome uma homenagem à árvore, que de dentro do Cacique de Ramos cobriu e inspirou grandes nomes do ritmo brasileiro. “E até as Tamarineiras são da poesia guardiãs”, dizia Luiz Carlos da Vila. A casa a serviço da Música Popular Brasileira funcionava na Rua Horácio Lane, em Pinheiros, mas foi fechada e agora faz eventos esporádicos enquanto procura um novo espaço. Quer saber onde? Entre em contato pelo (11) 94146-3606.


Tap Tap

Cervejas especiais e importadas, na temperatura certa. Ambiente muito agradável, atendimento qualificado. São 16 torneiras de chope para consumir com o amendoim que é servido à vontade! No cardápio, lanches considerados fantásticos pelos frequentadores.
Rua da Consolação, 455, Consolação, (11) 98594-8364.


Teatro de Conteiner Mungunzá

Construído com 11 contêineres, o teatro é polo cultural, com ingressos gratuitos ou a preços acessíveis. Uma horta hidropônica e uma lanchonete vegana e vegetariana compõem o espaço frequentado pelo público local (vizinhos, lojistas e pessoas em situação de vulnerabilidade social), artistas, educadores e pesquisadores.
Rua dos Gusmões, 43, Santa Ifigênia, (11) 97632-7852.


Terremoto Bar

Cerveja a preço justo e geladíssima. Lugar intimista e familiar para encontrar amigos e molhar as palavras. O Terremoto Bar é a sede do Moto Clube Andarilhos Paulistanos com 15 anos de estrada. Encontro semanal todas as sextas com bandas cover de rock.
Rua Santa Rosa do Viterbo, 215, Freguesia do Ó.


Titus Bar – Cervejas Especiais

divulgaçãoUm bar aconchegante e charmoso com carta especialíssima de cervejas, petiscos caprichados e música ao vivo em alguns dias. Abre também para o almoço. O ótimo atendimento é destaque para os frequentadores.
Rua Rocha, 370, Bela Vista, (11) 3384-5595.


Toca da Capivara

Um bar inspirado nas capivaras que ainda perambulam pela cidade e mantêm o seu espaço. Assim, a Toca quer manter acesa a vocação boêmia do bairro. Com atendimento muito elogiado, samba de primeira, cerveja gelada, caldinho de feijão e cuscuz (inclusive vegano) para petiscar, além do bolinho de areia que é impossível comer um só.
Rua Major Diogo, 865, Bela Vista, (11) 4329-9998.


Van Grogh Bar

divulgação

A decoração charmosa atrai a atenção do pub que recebe destaque, ainda, pelo preço justo no cardápio com comidinhas gostosas e cerveja sempre gelada. O repertório musical e o ótimo atendimento completam as indicações.
Rua Dr. Cesário Mota Júnior, 569, Vila Buarque, (11) 99348-2086.

divulgação

Armazém do Campo, em Campos Elíseos