Dia de luta

Atos no país denunciam ataques ao meio ambiente e povos tradicionais

Manifestações pelo Dia Mundial do Meio Ambiente pedem ações para pôr fim à truculência de ataques de políticos e empresas transnacionais

Carla Lessa
Atos buscam dialogar com a sociedade brasileira e internacional e reivindicam o fim das políticas de destruição ambiental e extermínio dos povos

São Paulo – Movimentos sociais articulados pela Jornada Anti-imperialista pelo Meio Ambiente realizaram atos em Brasília e em capitais do país neste sábado (5) para denunciar os ataques políticos e de empresas transnacionais ao meio ambiente, à agricultura camponesa, aos povos indígenas, quilombolas e povos e comunidades tradicionais.

As manifestações e atos ocorreram por conta do Dia Mundial do Meio Ambiente, com distanciamento social e recomendação do uso de equipamentos de proteção individual como máscaras e protetores de rosto pelos militantes.

:: Filme ‘A Última Floresta’ é destaque neste Dia Mundial do Meio Ambiente ::

Sob o mote “Povo Vivo, Floresta em Pé! Fora Bolsonaro!”, as ações também foram realizadas online por meio de tuitaço com as hashtags #EnDefensaDelPlaneta e #PovoVivoFlorestaemPé. Além das manifestações, os movimentos sociais fizeram atividades descentralizadas em territórios de norte a sul do país como o plantio de árvores, doação de mudas e de cestas de alimentos.

Os atos buscam dialogar com a sociedade brasileira e internacional e reivindicam o fim das políticas de destruição ambiental e extermínio dos povos das florestas, das águas e povos originários pelo governo neoliberal do governo Bolsonaro. Os manifestantes também exigem a retirada do posto do Ministro do Meio Ambiente, Ricardo de Aquino Salles, que é suspeito de envolvimento em esquema criminoso de tráfico de madeira no Brasil.

Manifestação na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, foi realizada com distanciamento social / Foto: Scarlett Rocha
Manifestações ironizaram a presença de Ricardo Salles como ministro do Meio Ambiente no governo Bolsonaro / Foto: Scarlett Rocha

Movimentos sociais participantes

Consulta Popular

Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA)

Mandato Deputado Estadual Renato Roseno (PSOL-CE)

Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (CONTAG)

Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida

Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST)

ECOAR juventude ecossocialista

Levante Popular da Juventude

Alba Movimentos

Grupo Carta de Belém

Comitê dos povos de Alagoas (MTD-AL)

Fórum Brasileiro de Ongs e Movimentos Sociais pelo Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

Associação Alternativa Terrazul

Marcha Mundial das Mulheres (MMM)

Subverta

Ascema SP e Nacional

União da Juventude Socialista – AM

Coletivo Relações Internacionais do Movimento dos Trabalhadores sem Teto

Instituto Internacional Arayara

União da Juventude Socialista (UJS)

Elo Animal Rede Sustentabilidade – FAOS-SP

Movimento de Trabalhadoras e Trabalhadores por Direitos (MTD)

Fórum Popular da Natureza

CUT Nacional

FASE

GCB ANA

MST

CUT / Nacional

Amigos da Terra Brasil / MTST

FASE/GCB

Movimento de Mulheres Camponesas (MMC)

Comitê dos povos de Alagoas (MTD-AL)

UBM-União Brasileira de Mulheres

SEMA Paulista/PE

Grupo de Defesa e Promoção Socioambiental

Comissão Ambientalista deJaboatao e Coletivo Feminista Flor do Mandacaru

CUT / Distrito Federal

FBOMS – EcosBrasil

Fboms/Fundação Esquel

Jornalistas Livres


Leia também


Últimas notícias