Você está aqui: Página Inicial / Trabalho / 2013 / 07 / Centrais reúnem-se com presidentes do Senado e da Câmara para discutir vetos

Contra o fator previdenciário

Centrais reúnem-se com presidentes do Senado e da Câmara para discutir vetos

Encontro é realizado dois dias antes das manifestações organizadas pelas entidades em todo o país
por Redação RBA publicado 09/07/2013 11h03, última modificação 09/07/2013 11h08
Encontro é realizado dois dias antes das manifestações organizadas pelas entidades em todo o país
FEM-CUT
cut.jpg

No último dia 4 a CUT fez uma mobilização contra a terceirização. Na quinta-feira haverá novas marchas

São Paulo – A dois dias do chamado dia de luta, as centrais sindicais se reúnem hoje (9) com os presidentes da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), para, segundo informam, discutir vetos presidenciais de interesse dos trabalhadores. Os dirigentes citam especificamente aquele que impediu o fim do fator previdenciário. A audiência está marcada para as 15h45, no Senado.

O fator previdenciário é um dos itens da pauta das centrais, que se uniram para realizar um dia de manifestações pelo país na próxima quinta-feira. Estão previstos protestos, atrasos na abertura de locais de trabalho e possíveis paralisações. Em São Paulo, metroviários, por exemplo, decidem amanhã se interrompem atividades.

Em 2010, as centrais realizaram um ato unificado no estádio do Pacaembu, em São Paulo, e entregaram um documento aos então candidatos à Presidência da República. Em março deste ano, as entidades organizaram uma marcha em Brasília para cobrar o andamento das reivindicações. Agora, acrescentaram itens à pauta relacionados com os protestos realizados no mês passado, como melhoria no transporte público, na saúde e na educação, observando que são “antigas bandeiras de luta” do movimento sindical.