Você está aqui: Página Inicial / Trabalho / 2012 / 05 / Trabalhadores da Sabesp ameaçam parar quinta-feira

Trabalhadores da Sabesp ameaçam parar quinta-feira

por Redação da RBA publicado 21/05/2012 14h05, última modificação 21/05/2012 16h30

São Paulo – Os trabalhadores da Sabesp prometem greve a partir da zero hora de quinta-feira (24). Em campanha salarial, eles pedem reposição salarial de 4,49% mais 20,1% de aumento real. Também reivindicam adicional por tempo de serviço, ampliação da participação nos lucros e 100% de estabilidade no emprego.

A categoria, com data-base em 1º de maio, ainda vai se reunir com a empresa amanhã e quarta-feira. O Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente de São Paulo (Sintaema) informou por meio de nota que, até o momento, as negociações com a Sabesp não estão avançando conforme as expectativas. Na última reunião, a Sabesp propôs reajuste de 4,15%.

"Os trabalhadores merecem muito mais que 4,15%, é obrigação do Estado valorizar seus trabalhadores, pois eles levam saúde para a população", disse o presidente do Sintaema, Rene Vicente. "Também não podemos abrir mão da estabilidade. Vamos lutar para melhorar isso", completou.

Os funcionários da Cetesb, ligada à Secretaria do Meio Ambiente do governo paulista, têm a mesma pauta de reivindicações. Eles farão assembleia no próximo dia 29 para discutir possível paralisação. Neste caso, haverá nova negociação na sexta-feira (25).

registrado em: ,