Você está aqui: Página Inicial / Trabalho / 2012 / 05 / CUT cobra do novo ministro do Trabalho regras para criação de sindicatos

CUT cobra do novo ministro do Trabalho regras para criação de sindicatos

por Redação da RBA publicado 09/05/2012 12h44, última modificação 09/05/2012 16h45

São Paulo – Centrais sindicais tiveram ontem (8) a primeira reunião com o novo ministro do Trabalho, Brizola Neto, para propor regras de representatividade com a intenção de colocar um fim na criação de “sindicatos fantasmas”. De acordo com o presidente da CUT, Artur Henrique, a intenção é sugerir criação de regras e alterações na legislação. “Em 15 dias, as centrais mandarão propostas para o governo analisar e na próxima reunião, daqui a 30 dias, já tentaremos sistematizar as propostas”, afirmou.

Para discutir e negociar alternativas ao fator previdenciário, assim como a isenção do Imposto de Renda sobre os prêmios de participação nos lucros ou resultados (PLR) pagos aos trabalhadores, novo encontro foi marcado para a próxima quarta-feira (16). As centrais reivindicam a isenção da PLR em até R$ 20 mil, mas o Executivo sinaliza um limite menor, de até R$ 6 mil. 

Ouça aqui a reportagem da Rádio Brasil Atual na íntegra.