Você está aqui: Página Inicial / Trabalho / 2012 / 05 / Bancários fazem dia nacional de luta contra demissões no Itaú

Bancários fazem dia nacional de luta contra demissões no Itaú

por Redação da RBA publicado 23/05/2012 17h54, última modificação 23/05/2012 19h22

Campanha de sustentabilidade não inclui os funcionários, afirma o sindicato (Foto: Jailton Garcia/Sindicato dos Bancários de São Paulo)

São Paulo – Sindicatos de bancários promoveram hoje (23) um dia nacional de luta com a realização de protestos nas agências do Itau por conta das demissões efetuadas, rotatividade, assédio moral, metas abusivas, condições precearias de saúde, segurança e trabalho e terceirização. Segundo a Contraf-CUT, confederação nacional dos sindicatos do setor, apesar do crescente lucro, o banco fechou 1.964 postos de trabalho neste ano e já acumula 7.998 nos últimos 12 meses.

O Itaú tinha 104.022 funcionários em março de 2011, reduziu para 98.258 em dezembro e para 96.024 em março passado. No período, outros bancos criaram empregos, de acordo com o Dieese.

O lucro da instituição em 2011, de R$ 14,62 bilhões, é o maior da história dos bancos brasileiros, Dados da consultoria Economatica apontam alta de 9,7% em relação ao ano anterior. No primeiro trimestre, bateu outro recorde ao ober lucro líquido de R$ 3,4 bilhões.

Em São Paulo, bancários de 12 agências cruzaram os braços na região da Avenida Paulista. Dirigentes do sindicato percorreram as agências paralisadas e prometem encaminhar denúncia ao Ministério do Trabalho e Emprego contra as demissões. 

O diretor da entidade Daniel Reis disse que o Itaú está dispensando os funcionários mais experientes de agências. "Eles estão demitindo pessoas de cargos gerenciais, com experiência de dez anos, cujos salários variam de R$ 6 mil a R$ 8 mil, por outros mais inexperientes, ganhando uns R$ 2,5 mil", afirmou. "O que nos deixa inconformados é que o banco tem um discurso de sustentabilidade, se promove em cima dessa campanha, e não aplica o conceito a seus funcionários." 

 

registrado em: , ,