Você está aqui: Página Inicial / Trabalho / 2012 / 01 / Salário mínimo paulista é reajustado em R$ 90

Salário mínimo paulista é reajustado em R$ 90

O piso mínimo do estado passa de R$ 600 a R$ 690 a partir de 1º de março
por Redação da RBA publicado 19/01/2012 11:24, última modificação 19/01/2012 12:06
Comments
O piso mínimo do estado passa de R$ 600 a R$ 690 a partir de 1º de março

São Paulo – O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), anunciou nesta quinta-feira (19) um reajuste de R$ 90 no salário mínimo estadual. O piso tem três faixas e é usado para remunerar 105 ocupações diferentes de trabalhadores da iniciativa privada que não têm piso definido em lei federal, segundo a Lei 12.640, de 2007. O novo mínimo paulista deve entrar em vigor a partir de 1º de março, mas terá antes de passar por aprovação na Assembleia Legislativa.

Para a primeira faixa do piso, o mínimo passa de R$ 600 para R$ 690 (reajuste de 15%) – esta é aplicada a trabalhadores domésticos, serventes, agropecuários e florestais, auxiliares de serviços gerais de escritório, ascensoristas, motoboys e afins.

O valor da segunda faixa passa de R$ 610 para R$ 700 (reajuste de 14,75%) – para operadores de máquinas, classificadores de correspondência e carteiros, tintureiros, barbeiros, cabeleireiros, manicure e pedicures, pedreiros, vendedores em geral, operadores de telemarketing e marceneiros.

A terceira, que era anteriormente de R$ 620, fica em R$ 710 (14,51%), aplicáveis para trabalhadores de serviços de higiene e saúde, operadores de rádio e televisão, supervisores de compras e vendas, representantes comerciais e administradores agropecuários.

O salário mínimo nacional anunciado para este ano pela presidenta Dilma Rousseff foi reajustado em 14,26%, e passou a ser de R$ 622.

 

comentários do blog alimentados pelo Disqus