Você está aqui: Página Inicial / Trabalho / 2009 / 10 / Após 28 dias, bancários da Caixa em SP encerram greve

Após 28 dias, bancários da Caixa em SP encerram greve

Proposta de 6% de reajuste salarial, PLR entre R$ 4 mil e R$ 10 mil, contratação de 5 mil bancários e abono de R$ 700 levaram bancários a encerrar paralisação
por Redação da RBA publicado 21/10/2009 18h04, última modificação 21/10/2009 18h05
Proposta de 6% de reajuste salarial, PLR entre R$ 4 mil e R$ 10 mil, contratação de 5 mil bancários e abono de R$ 700 levaram bancários a encerrar paralisação

Os bancários da Caixa Econômica Federal de São Paulo, Osasco e Região decidiram nesta quarta-feira (21), encerrar a paralisação que durou 28 dias, ao aprovar em assembleia, proposta da Caixa Econômica Federal de reajuste salarial de 6%, sendo 1,5% de aumento real, Participação nos Lucros e Resultados (PLR) que varia entre R$ 4 mil e R$ 10 mil, contratação de 5 mil bancários e abono de R$ 700 distribuído linearmente entre todos os trabalhadores, na folha de janeiro.

Para o Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, a mobilização dos trabalhadores e a persistência do Comando Nacional dos Bancários foram decisivas para a retomada das negociações e o fim da greve com conquistas para a categoria.

“Graças à mobilização dos bancários e de todo o processo negocial construído nos últimos dias, avançamos um pouco mais numa campanha que o banco preferia ver julgada”, afirmou Luiz Cláudio Marcolino, presidente do sindicato e membro do Comando Nacional dos Bancários.

 

registrado em: ,