Você está aqui: Página Inicial / Trabalho / 2009 / 09 / SP: bancários em greve fazem passeata na Avenida Paulista

SP: bancários em greve fazem passeata na Avenida Paulista

De acordo com sindicato, trabalhadores fazem caminhada para denunciar à população descaso dos banqueiros
por Redação da RBA publicado , última modificação 25/09/2009 17h12
De acordo com sindicato, trabalhadores fazem caminhada para denunciar à população descaso dos banqueiros

No segundo dia de paralisação, os bancários de São Paulo, Osasco e Região realizam neste momento passeata pela Avenida Paulista para pressionar banqueiros a negociarem a pauta de reivindicações da categoria. Os bancários caminham da Praça Oswaldo Cruz até o prédio do Banco Real.

Segundo informações do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, o objetivo da passeata é reforçar a luta dos trabalhadores, exigir nova proposta dos banqueiros e denunciar à população o descaso dos bancos com as reivindicações da categoria, que beneficia também os clientes. Segundo a entidade, pararam nesta sexta 728 locais, abrangendo 34.500 trabalhadores.

Balanço

De acordo com a Confederação Nacional dos Trabalhadores no Ramo Financeiro (Contraf-CUT), na quinta-feira (24) cerca de 2.881 agências, além de centros administrativos de todos os bancos, foram paralisados em todas as capitais e em inúmeras cidades do interior onde há presença de instituições financeiras.

"Os bancários responderam com dignidade à provocação dos bancos, que apesar de terem lucrado R$ 19,3 bilhões no primeiro semestre, segundo o Banco Central, pretendem reduzir a PLR, não querem conceder aumento real e se recusam a atender às demais reivindicações da categoria", avalia Carlos Cordeiro, presidente da Contraf-CUT e coordenador do Comando Nacional dos Bancários.

Em São Paulo, os bancários realizam nova assembleia na segunda-feira (28).