Você está aqui: Página Inicial / Trabalho / 2009 / 06 / Metalúrgicos de Curitiba tentam reverter cortes na Bosch

Metalúrgicos de Curitiba tentam reverter cortes na Bosch

Liminar na Justiça pede suspensão de 900 demissões anunciadas após o sindicato se recusar a aceitar redução de jornada e salário sem garantia de empregos
por José Mombelli, Jornal Brasil Atual publicado , última modificação 24/06/2009 10h34
Liminar na Justiça pede suspensão de 900 demissões anunciadas após o sindicato se recusar a aceitar redução de jornada e salário sem garantia de empregos

Sindicato dos Metalúrgicos de Curitiba participa de junta de conciliação para tentar reverter as 900 demissões na Bosch. No dia 19 de junho o Sindicato entrou com uma ação no Tribunal Regional do Trabalho pedindo uma liminar que suspendesse as dispensas anunciadas pela empresa há uma semana.

Segundo os representantes dos trabalhadores, as demissões foram feitas sem discussão prévia, e a empresa se negou a aplicar outras alternativas que garantisse os empregos. Até que haja uma definição sobre o caso, o Sindicato não fará as rescisões dos trabalhadores demitidos. Uma audiência no Ministério Público do Trabalho também foi solicitada, mas a data ainda não está confirmada.

Outros 3 mil funcionários da Bosch de Curitiba estão em licença remunerada. O Sindicato dos Metalúrgicos de Curitiba denuncia que as 900 demissões aconteceram depois que os trabalhadores recusaram a proposta da direção da empresa de redução salarial sem qualquer garantia de manutenção dos empregos.

 

registrado em: ,