Você está aqui: Página Inicial / Saúde e Ciência / 2018 / 06 / ANS suspende comercialização de 31 planos de saúde

rede privada

ANS suspende comercialização de 31 planos de saúde

Decisão foi tomada com base em protestos recebidos pelo Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento da agência
por Redação RBA* publicado 04/06/2018 13h49, última modificação 04/06/2018 13h57
Decisão foi tomada com base em protestos recebidos pelo Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento da agência
CC
plano de saúde.jpg

Foram analisadas cerca de 14 mil reclamações contra os planos, a maioria por causa de questões gerenciais

São Paulo – A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) suspendeu a comercialização de 31 planos de saúde feito por 12 operadoras, a partir da próxima sexta-feira (8), em função de reclamações relacionadas a cobertura assistencial. A decisão foi tomada com base em protestos recebidos pelo Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento da agência reguladora, durante o primeiro trimestre deste ano.

Foram analisadas cerca de 14 mil reclamações no período – a maior parte (39;53%) por causa de questões gerenciais, como autorização prévia, franquia, coparticipação. Também houve grande número de problemas relacionados ao rol de procedimentos e coberturas (15;85%) e prazos máximos para atendimento (15;04%). A decisão da ANS proíbe apenas a venda para novos clientes.

As operadoras que tiveram a comercialização de planos suspensos foram a Good Life Saude Ltda; a Unimed Norte/Nordeste-Federação Interfederativa das Sociedades Cooperativas de Trabalho Médico; a Ami - Assistência Médica Infantil Ltda; a Associação Auxiliadora das Classes Laboriosas; a PAME - Associação de Assistência Plena em Saúde; o Gamec - Grupo de Assistência Médica Empresarial do Ceará Ltda; a Ameno Assistência Médica S/S Ltda; a Lotus Operadora de Planos Odontológicos Ltda; a Caixa Seguradora Especializada em Saúde S/A; a Quallity Saúde Assistência Médica Ambulatorial Ltda; a Associação Santa Casa de Sorocaba e a Green Life Plus Planos Médicos Ltda - EPP.

A suspensão pode ser revertida se as operadoras comprovarem melhoria no atendimento nesses planos. Trinta e três planos de 16 operadoras, que haviam sido suspensos anteriormente, por exemplo, serão reativados a partir de sexta.

Com informações da Agência Brasil