Você está aqui: Página Inicial / Saúde e Ciência / 2017 / 09 / Documentário sobre Mais Médicos tem pré-lançamento nesta sexta (22)

saúde e cultura

Documentário sobre Mais Médicos tem pré-lançamento nesta sexta (22)

"Agentes da Vida" traz depoimentos de médicos brasileiros e cubanos, além de agentes comunitários de saúde e pacientes
por Redação RBA publicado 22/09/2017 13h14, última modificação 22/09/2017 13h23
"Agentes da Vida" traz depoimentos de médicos brasileiros e cubanos, além de agentes comunitários de saúde e pacientes
Olival Santos/Secretaria de Saúde de Alagoas
mais médicos.jpg

Mais Médicos foi criado há quatro anos e atendeu mais de 60 milhões de brasileiros

São Paulo – Nesta sexta-feira (22) será realizado o pré-lançamento do documentário "Agentes da Vida", que retrata a execução do programa Mais Médicos, criado em 2013 no governo da ex-presidenta Dilma Rousseff. O filme traz depoimentos de médicos brasileiros e cubanos, agentes comunitários de saúde e pacientes.

"A diferença é que não trabalhamos por dinheiro, trabalhamos por amor", relata o médico cubano Norge, durante trailer do documentário dirigido por Tarcísio Tadeu Garcia Pereira. 

Criado há quatro anos e com mais de 60 milhões de brasileiros beneficiados, o programa foi idealizado pelo ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha. Em entrevista à Rádio Brasil Atual, ele destaca que o Mais Médicos melhorou a qualidade de vida da população atendida em mais de 4 mil municípios do país.

"Os resultados são fantásticos, mais de 100 pesquisas mostram que, onde existe a presença do profissional do Mais Médicos, reduziu-se a mortalidade infantil, internações por hipertensão e diabetes, aumentou o controle de doenças, além de ter uma avaliação positiva do programa", conta Padilha.

O documentário foi filmado nas cidades de Raposa (MA), Mauá, na grande São Paulo, e no bairro de Sapopemba, na periferia da zona leste da capital paulista. Além dos depoimentos, a obra faz um acompanhamento dos atendimentos da medicina preventiva e humanizada nas comunidades indígenas, quilombolas e ribeirinhas.

Padilha, que também é um dos personagens do documentário, afirma que o diferencial dos médicos do programa é o amor pela profissão. "Eles se dedicam à medicina por amor, pela experiência de cuidar das pessoas, sem pensar em dinheiro. Isso constrói um paradigma do que é ser um profissional de saúde, então os médicos do programa são aqueles que vivem junto com a comunidade, param para ouvir o paciente, não têm dificuldade para estar junto a eles."

Apesar da satisfação com o lançamento, o ex-ministro lamenta o momento atual da saúde pública, após as políticas do governo de Michel Temer. "O filme vem num momento de reunirmos força, de lutarmos a favor da saúde pública. O governo Temer decretou a morte do SUS quando estabeleceu o congelamento de gastos nos próximos 20 anos", diz.

O pré-lançamento de "Agentes da Vida" acontece em Mauá, na Rua Santa Helena, 248, às 19h. 

Assista ao trailer: